quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Feliz 1431 / 2010!!!


Há cerca de três semanas entramos no Ano Novo Islâmico, o ano de 1431. Agora estamos ingressando no ano de 2010 segundo o calendário gregoriano. Neste dia onde os diversos continentes comemoram a passagem de ano, A Nova Cruzada deseja a todos os seus amigos, leitores e equipe um 2010 repleto de realizações. Que a determinação na busca da verdade, na prática do bem e do louvável seja a marca deste ano.
Que em 2010 possamos buscar muito mais que a prosperidade material, que este seja um ano no qual a partir de hoje possamos rever velhos hábitos e mudá-los quando estes forem prejudiciais, e melhorar aqueles que sejam benéficos ao espírito.
Que em 2010 Allah esteja sempre presente em nossos corações e mentes. Estes são os votos de A Nova Cruzada!

domingo, 27 de dezembro de 2009

A Farsa Israelense


No dia 18 de dezembro, às 05h00min, enquanto procurava algo para assistir na TV, deparei-me com um documentário na GNT denominado “As Noivas de Alá”. A princípio fiquei feliz, pois parecia que finalmente estavam dando chance às muçulmanas para se expressarem e mudarem a imagem torta que a mídia faz do Islam, mas logo percebi que mais uma vez não passava de mais uma difamação e deturpação de tudo aquilo que nós muçulmanos cremos e seguimos.
O documentário foi produzido e dirigido por Natalie Assouline, que durante dois anos registrou a vida das presidiárias palestinas na prisão de Sahida, em Israel.
O documentário se esforça em mostrar mulheres palestinas condenadas por “crimes contra israelenses”, onde elas supostamente expõem seus medos e desejos entre “rezas” e “discursos nacionalistas” enquanto sobrevivem à rotina na cadeia. Digo que o documentário “se esforça”, pois é notável a forma falsa e forçosa com que as mulheres falam, como se elas estivessem sendo obrigadas a “seguirem um roteiro”, o que não seria de se admirar, visto que o documentário foi feito por uma Israelense, em uma prisão Israelense, que não têm a menor intenção em ser imparcial ou de permitir que algo bom do Islam seja dito ou exposto, já que o sistema Islâmico de vida vai de encontro aos interesses dos capitalistas que governam o mundo. Neste caso não seria diferente, não se perderia a oportunidade de denegrir a imagem daqueles que significam uma “pedra” no caminho de ambições dos governantes de seu povo que nunca se contentaram com os acordos oferecidos por pura ganância. Há tempos os Israelenses vêm fazendo aos Palestinos, exatamente o que Hitler fez com eles. Acho que eles devem ter gostado da experiência, para que hoje façam o mesmo com uma nação que até então vivia em paz.
Voltando ao documentário, as prisioneiras palestinas não se cansavam em dizer que o Alcorão ensina que “se uma pessoa se explode matando judeus” ela vira mártir e vai para o paraíso, o que é totalmente absurdo e irreal, mártir é aquele que morre defendendo sua família e seu país e não aquele que sai por aí se explodindo e matando inocentes a torto e a direito!
Outras agruras foram ditas, como por exemplo, que elas se juntaram aos terroristas porque em casa eram espancadas por seus pais ou maridos e que preferiram seguir uma vida de crime porque até a prisão era mil vezes melhor que suas vidas em casa, com seus familiares.
Independente do fato de terem ou não sido manipuladas pela diretora do documentário e/ou diretores da prisão para dizerem tanta barbaridade, gostaria de deixar claro que existem pessoas boas e más em todos os segmentos, mas se um cristão, espírita, budista, enfim, se qualquer um deles faz algo errado, suas religiões sequer são citadas, ao passo que quando isso ocorre com um muçulmano, todo o Islam é marginalizado e todos se tornam culpados pelo erro de alguns.
Deixo aqui a minha indignação com relação à falta de respeito com que o Islam vem sendo tratado pela mídia e deixo também o meu pedido para que você se questione!
Que tipo de interesse pode haver em denegrir o Islam? Você já se perguntou?
O Islam é um sistema completo de vida, não apenas religião. Um sistema onde é defendido o interesse de todos em comum e não de uma minoria de detém o poder nas mãos oprimindo a maioria. Informe-se!
Com toda propaganda negativa que é feita do Islam, ainda assim ele cresce a cada dia. A população muçulmana já corresponde a 20% da população mundial e no futuro este número só tende a aumentar. Este é o medo daqueles que só sabem viver neste sistema capitalista injusto. O medo daqueles que só sabem viver oprimindo, patrocinando guerras, promovendo a violência, a dor e o caos. Os “vermes sociais” que propagam a insanidade, a miséria, a injustiça, o sofrimento... O sitema atual de governo é o “câncer” que come viva toda a humanidade, tornando-a desumana, morta.
Acorde!
Não se deixe morrer, não se entregue!
Questione!
Não critique sem saber nem aceite opiniões pré-concebidas, mastigadas por outros para que você as engula. Tire suas próprias conclusões!
Conheça o Islam!

Novos Colaboradores

Caro leitor
Salam Aleikum (Que a paz esteja contigo)!


O ano termina e já estamos às portas de 2010.
2009 foi um ano em que o "A Nova Cruzada" cresceu, sempre fazendo o que foi indicado pelo Profeta Muhammad (S.A.A.S.) e no Alcorão, ou seja: indicando o bem e coibindo o reprovável.

Neste ano que se inicia ganhamos mais dois colaboradores que abraçaram a causa defendida pelo "A Nova Cruzada" e que passarão a fazer parte da equipe de escritores do blog. São eles: Fatimah Bint Maryam, minha esposa, e Jamal C. Farah, um muçulmano que pelo tempo que o conhecemos vem lutando contra as injustiças cometidas para com o Islam e os muçulmanos.

Aproveitamos para dar as boas-vindas a eles e agradecer mais estes braços para defender a causa de Allah e de seus seguidores.

sábado, 26 de dezembro de 2009

O Outro Lado do Terror


Quantas vezes você leitor já deve ter ouvido, e quiçá até mesmo tido por si só a imagem de que os muçulmanos são radicais, fanáticos religiosos e que devem ser combatidos a qualquer preço? Mas porque tal idéia existe? Simples. Não é de se admirar que o preconceito esteja tão arraigado assim na mente dos ocidentais, afinal desde o período das cruzadas na idade média, o cristianismo implantou tal erro. Mas por que? Podemnos resumir esta resposta em apenas uma palavra: Poder. Ao invadirem a Palestina as desculpas foram as mais diversas: conversão dos infiéis, defesa dos peregrinos cristãos (que segundo eles eram roubados pelos "sarracenos") e tantas outras. Note que o termo sarraceno foi dado pelos cristãos como uma espécie de represália, pois significa que estes são oriundos de Saraa, esposa do Profeta Abraão, como se Agar, mãe do Profeta Ismael (A.A.S.) não existisse, e como se esta linhagem não existisse, apenas a judaica, da qual eles mesmos não faziam parte. Neste período era propagado que inclusive matar um "sarraceno" não era pecado, mas uma glória, e que com isso o cristão assassino iria para o céu. E aqueles que tiveram as suas casas e terras invadidas e as defendiam passaram para história como os vilões.

Porém, o que mudou com o tempo? Criaram certas leis que proibem o preconceito. Proibem mas não acabam com ele, pois até hoje nos mais diversos países muçulmanos ao passarem nas ruas são olhados com ar de desconfiança, e constantemente ouvem algumas "piadinhas", algumas das quais não são nada inocentes e acabam de forma trágica, como foi o caso da grande Mártir Marwa Sherbini, assassinada violentamente com 18 facadas por Axel W. dentro do tribunal após processar o alemão por tê-la chamado na rua pela alcunha de "terrorista". Marwa deixou seu marido, seu filho de apenas três anos que aparecem na foto, além de ter perdido seu filho juntamente com sua vida, pois estava grávida de três meses.

Embora seja completamente inútil, hoje ainda existem ONGs, com a tentativa de se acabar com a intolerância religiosa, como a "Eu Tenho Fé", que promove caminhadas com pessoas das mais diversas religiões anualmente na orla da praia de Copacabana. Mas por que digo ser de nehuma utilidade tal serviço? Porque já temos na Constituição Federal, no Código Penal e na Declaração Universal dos Direitos Humanos, parágrafos, incisos e tudo mais que nos dá direito de sermos respeitados pela escolha que fazemos no campo espiritual. Mas isso não acontece mesmo com tais leis. Logo, não precisamos que se criem novas leis para isso. Temos sim é que fazer valer as que já existem.

Há aproximadamente duas semanas atrás eu e minha esposa, que também é muçulmana, fomos até o Sine - Sistema Nacional de Emprego sito no Centro do Rio de Janeiro. Ao chegar ao local, os diversos olhares em tom de curiosidade para minha esposa, que utiliza o hijab (véu islâmico) não nos incomodou de forma alguma, até mesmo porque já estamos acostumados com isso. Porém ao chegar a vez de sermos atendidos, nós que estávamos nos candidatando à mesma função, fomos informados pelo atendente, Sr. Sérgio, de que a vaga que tinha disponível era apenas masculina. Fomos para casa após um exaustivo dia e imagine a minha surpresa no dia seguinte ao chegar ao local da vaga e encontrar um número de mulheres maior que o de homens. Com isso fica caracterizado mais que claramente o preconceito que ainda encontramos em uma sociedade que embora levante a bandeira da civilização, de ser "descolada", nada "careta", ainda alimenta idéias dos tempos medievais, sendo assim agente de um terrorismo velado que mina moralmente o indivíduo que estando no meio, é julgado pelos demais apenas por não se procurar entender o que se julga diferente. Bem-vindo à nova idade das trevas.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Nobel da Paz Envia 30.000 Soldados Para a Guerra


Talvez você leitor ache que nós muitas vezes sejamos metódicos demais ao criticar um sistema de governo, um método de se implantar uma religião com cunho mercantilista, ou até mesmo ao falarmos sobre as contradições existentes no mundo ocidental, que tenta a todo custo mostrar-se como o suprasumo da civilização, mas que tem decaído moralmente dia após dia.


Um exemplo claro do que dissemos acima é o fato de o presidente da república dos E.U.A., Barack Obama ter recebido o Prêmio Nobel da Paz em outubro deste ano sem nada ter feito para merecê-lo. Poderíamos então perguntar se este chegou a altura de grandes vultos históricos como: Martin Luther King, Madre Teresa de Calcutá, Dalai Lama e Nelson Mandela (que chegaram a receber o prêmio), enquanto verdadeiros pacifistas como: Mahatma Gandhi, Sérgio Veira de Mello e tantos outros foram relegados ao esquecimento.

O que mais nos impressiona nesta tão contraditória sociedade ocidental é que cerca de dois meses depois o presidente americanos e Nobel da Paz enviou uma tropa de pelo menos 30.000 soldados para a guerra do Afeganistão, prorrogando-a assim até julho de 2011.
Seguindo os passos de seu antecessor George W. Bush porém com um molde mais carismático, adere a uma nova estratégia baseada no "morde e assopra". Diga-se de passagem: mordendo mais que assoprando.


De acordo com o critério utilizado para escolha de Barack Obama, nos questionamos porque então em anos anteriores não foram escolhidos como grandes agentes da paz: Adolf Hitler, Mussolini, Bin Laden, Sadan Hussein, Ehud Olmert e companhia. A premiação de Obama para o Nobel da Paz nos faz refletir sinceramente se o Nobel é da Paz ou da Guerra, e se os envolvidos em indicar tais laureados possuem idoneidade moral para esta grande responsabilidade de criar modelos formadores de opinião para a humanidade.

domingo, 6 de dezembro de 2009

2010 Ano de Eleições: VOTE NULO!!!


Neste ano temos acompanhado enojados o grau máximo de degradação que o caráter do ser humano pode chegar. Imagens vergonhosas de uma máfia chefiada pelo então candidato a Governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, onde seus comparsas, e ele próprio recebe bolos de dinheiro. Tivemos em períodos anteriores, mas ainda na gestão do Presidente Lula, outros tantos escândalos e uma infinidade de CPIs. Já existe inclusive um ditado em Brasília que se diz que "quando não se quer investigar nada, cria-se uma CPI".

Se observarmos claramente perceberemos que as falcatruas e as robalheiras já começaram desde o pseudo descobrimento do Brasil, pois enquanto países como os Estados Unidos foram explorados - ainda que de forma cruel exterminando seus nativos - com o intuito de se criar uma nação, que hoje é indiscutivelmente uma potência econômica, o Brasil teve sua exploração pelos europeus desde o início apenas com o intuito de se tirar tudo que fosse possível de nossas terras, como: ouro, manganês, Pau Brasil e tudo mais, para depois partir deixando um solo vazio e sem qualquer produtividade.

Ainda nos dias atuais encontramos aqueles que segem os mesmos moldes. Fazendo a cada quatro anos a propaganda de um patriotismo que eles mesmos não têm.

Por sua vez, o povo brasileiro mergulhado em sua inércia e movido em sua maioria apenas por samba, futebol, mulheres e cerveja, deixa-se enganar. Afinal é mais confortável e conveniente manter-se na ignorância apolítica, que tomar uma posição de resistência aos parasitas que estão presentes no governo. Parasitas estes que adquirem bens que nós talvez jamais sonharíamos em ter, mas que são conseguidos com o nosso dinheiro suado do dia-a-dia.

A Justiça Eleitoral a cada eleição lança campanhas na TV onde diz que é nossa responsábilidade escolher os governantes. e de fato o é. Mas sem opção, a quem escolher? Basta-nos dar como resposta, não votos em branco, pois estes sempre vão para o que está a frente nas apurações. Não votar no que está perdendo, pois se todos pensarem assim, este ganhará, mas VOTARMOS NULO! Apenas o voto nulo mostra sem sombra de dúvidas a nossa insatisfação com o rumo tomado há séculos pelo nosso país.

Não votemos de forma alguma naquele que rouba menos, e jamais vendamos nosso voto, pois ele é muito precioso e se fizermos isso estaremos sendo tão corruptos quanto aqueles que querem acabar com o nosso país pensando não na coletividade, mas em seu próprio bem. Como diz uma frase no filme "V de Vingança": "O povo não deve temer o seu governo. O governo deve temer o seu povo". Façamos então por onde sermos temidos.

Não é pela revolução armada que conseguiremos isso, como alguns grupos comunistas crêm, mas sim nos politizando cada vez mais, pois a frase tão ouvida: "Eu não gosto de política" é um prato cheio para os parasitas engravatados que estão nas torres do poder. Talvez você não goste devido aos esgotos que se tornaram os governos Federal, Estadual e Municipal, mas tenho certeza leitor, que você gosta menos ainda de ter que trabalhar cerca de três a cinco meses apenas para pagar impostos. Por isso, faça a sua parte em 2010. Se politize, procure saber o que os políticos estão fazendo e cobre: mande cartas e e-mails para seus gabinetes. é o seu direito. E lembre-se em 2010 ANULE SEU VOTO!

1 Ano de A Nova Cruzada!


É com imensa alegria que comemoramos neste mês o primeiro ano de existência do nosso blog. No dia 29 de dezembro do ano passado iniciamos um projeto ainda que tímido, em que resolvemos chamar de "A Nova Cruzada", pois já estávamos fartos de ver grupos radicais protestantes pentecostais e neopentecostais atacando o Islam e os muçulmanos em todo o mundo, inclusive através de publicações literárias, sites e até mesmo pelo orkut. Como no Brasil se desconhece outro blog ou qualquer outra manifestação de defesa contra a tais atitudes levantou-se A Nova Cruzada. Este nome foi dado pois se notarmos bem estamos de volta a idade média onde certos cristãos tentam tomar território a qualquer custo, mesmo que para isso seja necessário se agir de má fé. Isto é generalizado? Obviamente que não, pois existem sem dúvida cristãos católicos e protestantes de índole ilibada, assim também como instituições seríssimas. No entanto o trabalho do blog não é jamais atacá-las. Porém é sim responder a altura a todas aquelas que tentam denegrir o Islam dizendo coisas sobre ele sem qualquer propriedade.

Os meses foram passando e foi-se descobrindo as formas de protestos que poderiam ser feitas pela decadência da sociedade em que vivemos, e assim fazer um comparativo da sociedade atual, com base judaico-cristã e a sociedade islâmica de acordo com o sistema de califado.

Neste um ano de existência o blog reuniu alguns leitores que o assinaram como seus seguidores e chegou inclusive a ser lido por diversas pessoas fora do país e mesmo na Arábia Saudita.
O fato é que aqueles que até então apenas difamavam o Islam e seu Profeta (S.A.A.S.) repudiaram a sua existência, porém para todos os muçulmanos e para seus simpatizantes, o Blog tem sido uma voz comprometida com a verdade.
Todo esse avanço é lógico, não poderia ter sido feito sem você aí do outro lado, pois é só por e para você que nós procuramos fazer um blog cada vez melhor. Esperamos vê-lo no próximo ano aqui conosco.

domingo, 8 de novembro de 2009

Desespero: Missionários Cristãos Temem pelo Crescimento do Islam

Não é mais nenhuma novidade o quanto certas igrejas evangélicas enviam missionários para os países de maioria árabe ou muçulmana. Motivo? Captação de recurso e expansão de suas filiais para assim aumentar a renda e o prestígio de seus pastores perante a sociedade. Estamos porém generalizando? De forma alguma, pois ainda hoje em meio a tantas igrejas que prometem a solução de todos os problemas, (inclusive financeiros), existem instituições sérias. Porém a maldita teologia da prosperidade, prometendo tal como nossos políticos, resultados impossíveis e imediatistas, vem se proliferando como uma metástase a cada dia.


Semanalmente diversas igrejas enviam "fornadas", "pencas" de missionários para evangelizar os muçulmanos pois estes segundo eles não conhecem a Jesus. Nada mais errôneo. Jesus é um dos profetas tido em alta conta dentro do Islam, e sua mãe Maria que é adorada por católicos (ainda que se utilize a desculpa da hiperdulia= hiper veneração) e repudiada por muitos protestantes como uma mulher comum, ela mesma possui uma suarata com o seu nome no Alcorão Sagrado. Surata esta que narra o milagroso nascimento do Profeta Jesus de uma Virgem.


Mas o nosso questionamento sobre tais missões ainda vai mais longe: no Brasil existe violência e corrupção infindas, existem diversos morros com bocas de fumo e em cidades grandes como São Paulo e Rio de Janeiro os seus cidadãos enfretam uma verdadeira guerra civil. Por que tais "missionários da caridade e das boas novas do Evangelho" não sobem os morros para pregarem aos chefes do tráfico e seus agregados? Lembre-se que Jesus pregou primeiro em sua própria casa, seu próprio país; e se quiserem colocá-lo com um missionário, sua primeira missão foi em sua terra.

Todavia como estamos nos referindo a comércio exterior, os planos de expansão têm que continuar, afinal quanto mais contribuintes para o alto "clero" dessas instituições bancárias, aliás, esclesiásticas tanto melhor.

Mas uma coisa tem assustado e levado ao desespero tais líderes religiosos: o aumento da população muçulmana no mundo. Esta preocupação chegou a um tal ponto que produziram um vídeo com um documentário onde mostram que não há mais como voltar atrás; o planeta dentro de poucas décadas será quase que inteiramente muçulmano. Para que você possa acompanhar o que dizemos, veja o vídeo no link ao lado e tire suas próprias conclusões: http://www.youtube.com/watch?v=JWErYjdbOE0&feature=player_embedded .


O Islam que não é apenas uma religião, mas um sistema de vida completo, bem diferente do que a mídia ocidental tendenciosa tem mostrado, como um povo atrasado, opressor e bélico. No entanto vê-se que em todos os países de maioria muçulmana o exército, seja ele oficial ou formado pela população, luta sempre pela defesa de sua terra, normalmente invadida ou por Israel ou pelos E.U.A., porém nunca são os invasores ou responsáveis pelo ataque, basta averiguar e dar-se ao trabalho de não aceitar tudo o que é imposto pelos telejornais de emissoras que estão sempre comprometidas normalmente com o lado obscuro dos governos e/ou de seus financiadores. Eis o fruto de um regime capitalista.

Poucos sabem que os muçulmanos foram os inventores do sabão, da algebra, como também inspiradores do estilo gótico utilizado nas catedrais medievais, como dos portais em forma de arco. Não é sem motivo também que hoje utilizamos os números arábicos. Durante muito tempo os navegadores se orientaram através de instrumentos astronômicos árabes. Tendo o povo da submissão a Allah, o Deus Único trazido tantos benefícios (hoje pouco reconhecidos) à humanidade, onde está o mal de seu crescimento populacional? É fato que em todos os países onde o Islam entra dentre outras coisas a educação ganha prioridade. E é isso que incomoda tanto certos governantes e líderes religiosos cristãos, pois um povo culto e politizado é um perigo para aqueles que pretendem dominar pela ignorância.

Já é felizmente um fato: não há como voltar atrás, já somos a maioria no mundo, passamos inclusive os católicos como dito pelo próprio Vaticano. Esta é a promessa de Allah a Abraão que diz que fará do filho (Ismael) deste grande profeta uma grande nação. Eis aí a realização da mesma. Gostem israelenses ou não, gostem os cristãos ou não, Allah nunca falta com a sua promessa. Allahu Akbar! (Deus é maior).

Será o fim do Cristianismo? Talvez não, mas é o nascimento de um novo tempo, um tempo onde as pessoas têm acesso ao real conhecimento como era ensinado diretamente pelos Profetas e sem a manipulação de clérigos.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Adaptar-se a Fé ou Adaptar a Fé a Si?



Os tempos mudam, as tecnologias avançam, emfim... subentendemos que com issso tudo evolui: as leis as formas de pensamento e inclusive a maneira de vivermos em sociedade. Porém as três religiões monoteístas a saber: o Judaísmo, o Cristianismo e o Islam, que se guiam pela Torah, o Evangelho (e todas as outras epístolas) e pelo Alcorão respectivamente, se jactam de terem escrituras imutáveis, pois para todos estes a palavra de Deus é imutável, assim como também sãos os seus princípios. Porém não tem sido assim; e mais precisamente no Cristianismo, em especial em sua vertente protestante.
Há poucos dias (mais precisamente 02/11/09), uma reportagem foi apresentada no Jornal "O Dia" onde além de demonstrar apoio à 14ª Parada Gay, o Ministro do Meio Ambiente, Sr. Carlos Minc, juntamente com o Governador do Estado do Rio de Janeiro, Sr. Sérgio Cabral (nosso velho conhecido neste blog por suas trapalhadas e incompetência) estavam presentes no evento, no qual ao ser entrevistado o primeiro trocou "alfinetadas" com o Prefeito da cidade de Duque de Caxias - RJ, José Camilo Zito que proibiu a manifestação GLBTS no município, e também não hesitou em atacar o governador do Paraná Roberto Requião.
Na parada estavam presentes membros da Igreja Cristã Contemporânea, juntamente com dois pastores desta instituição que vão casar (um com o outro) na sede da Igreja.
É digno de nota que segundo o blog da Central de Notícias Gays, há cerca de dois meses 30 outdoors desta organização foi espalhado por todo o estado em pontos estratégicos. Neles como se pode ver na foto ao lado constava escrito: "Homossexualidade: a Bíblia não condena!". Talvez tais "pastores" não tenham lido em seus estudos teológicos as passagens presentes no Antigo Testamento Bíblico no livro de Levítico, que está presente também na Torah Judaica. Estes livros, aceitos como revelados por Deus até mesmo por estes líderes religiosos dizem por exemplo: "Não te deitarás com um homem, como se fosse mulher: isso é uma abominação." (Lv.18:22); ou ainda no Novo Testamento onde podemos encontrar: "Por isso, Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm; Estando cheios de toda a iniqüidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães; Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia; Os quais, conhecendo a justiça de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem". (Rm.1:26-32).

É certo que estamos em um estado democrático, e por isso temos o dever de respeitar a opinião alheia e suas instituições. Todavia se isso é politicamente correto, será que poderiamos dizer que é também religiosamente correto se afirmar que um livro sagrado diz algo em que na verdade aparece mais que explícito, apenas com o objetivo de justificar nossas preferências, porém que estão em desacordo com os preceitos ali apresentados? O que podemos notar no entanto é que se há até então uma homofobia, está se passando a criar na sociedade Brasileira uma heterofobia.

A reportagem do Jornal "O Dia" ainda termina com o seguinte parágrafo: "Moradores do Rio, os pastores da Igreja Cristã Contemporânea Marcos Gladstone e Fábio Inácio estavam felizes: vão se casar na sede da igreja, no Centro, e festejar numa casa de festa do Alto da Boa Vista. “O Rio é pioneiro em tudo, até no primeiro casamento de pastores gays do mundo”. O casal segurava uma placa com os dizeres “Eu tenho direito de ser gay e cristão”.

Veja a reportagem no link abaixo e analise se foi este tipo de ensinamento que o Profeta Jesus (A.A.S.) e outros Profetas vieram trazer à humanidade. Reflita... este é o melhor modo de se mudar a nossa sociedade para melhor.

sábado, 31 de outubro de 2009

Esclarecimentos aos Leitores

Salam Aleikum wa Rahmatullahi wa Barakatu!

Caro leitor

Esta semana fui informado por um irmão muçulmano, leitor do blog a respeito da dúvida que pairava na mente de nossos leitores a respeito dos nomes das igrejas presente em duas postagens desse blog. É sempre bom porém reafirmarmos que como jornalista e muçulmano tenho compromisso com a verdade. Por este motivo os leitores jamais lerão qualquer matéria em nosso artigo que seja forjada e careça de base.
Para que não reste a menor dúvida ponho abaixo o link do site de uma revista evangélica conhecida onde você leitor poderá não somente ter acesso aos nomes aqui presentes como muitos outros. Caso duvidem de algum nome que esteja no blog não se acanhem em perguntar.
Divirtam-se!
Ma Salam

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

O TOP 10: Os Nomes Mais Originais de Igrejas Evangélicas: II Edição

Depois do sucesso da primeira edição dos nomes mais originais de igrejas evangélicas, segue aqui a sua segunda edição. O pior de tudo isso é que é verdade e alguns desses nomes podem ser encontrados facilmente pela internet em sites até mesmo evangélicos. Outros podem ser vistos ando pelo Rio de Janeiro por exemplo como aconteceu com este próprio autor.

  1. Cruzada Profética do Pai das Luzes
  2. Ministério Rebanhão Gospel
  3. Igreja da Água Abençoada
  4. Igreja Adventista da Sétima Reforma Divina
  5. Igreja Batista Incêndio de Bençãos
  6. Igreja Batista Ô Glória!
  7. Igreja Explosão da Fé
  8. Igreja Aceita Jesus
  9. Igreja Barco da Salvação
  10. Igreja Evangélica Pentecostal Ultima Embarcação para Cristo

domingo, 11 de outubro de 2009

PL 122 / 2006: Um Ultraje ao Livre Pensamento e à Família


Há alguns anos tem circulado pelo Senado uma lei que se aprovada será um tumor na Constituição Federal Brasileira. Trata-se da já tão conhecida e polêmica PL 122/2006.

De acordo com o site da campanha "Não Homofobia" em " https://www.naohomofobia.com.br/" o homossexualismo não é uma doença, segundos dados da OMS (Organização Mundial da Saúde). Logo chamar um gay de doente seria razão suficiente para ser processado. Todavia a campanha chama a todos os discordantes de tal prática, de doentes, pois homofobia é sim uma patologia, ficando assim clara a inversão de valores, onde cidadãos heterossexuais e que têm suas famílias são vistos como doentes. Mas, se isso não bastasse ainda tentam reprimir qualquer manifestação contrária aos mesmos, como se a maior parte da população fosse formada por gays e não por heterossexuais.

De acordo com esta lei um líder religioso tal como um Rabino, Padre, Pastor ou Sheikh que fale em seus cultos religiosos sobre o que está escrito nos livros sagrados como a Torah, a Bíblia e o Alcorão sobre a desaprovação e até mesmo a abominação de Deus a respeito do homossexualismo pode pegar até 5 anos de prisão.

É importante ressaltar que todas essas religiões são contra a homosexualidade per si e não contra a pessoa do homossexual.

Esta lei incentivará abertamente a proliferação da homossexualidade na sociedade. E certamente você leitor que procura educar seus filhos com bons princípios religiosos não gostaria de vê-lo se engendrando por tal caminho.

Fazendo-se uso das teologias, judaica, católica, protestante e islâmica, podemos dizer sim que a homossexualidade é uma aberração às leis naturais, pois na Torah no livro de Bereshit (correspondente à Gênesis da Bíblia Cristã) diz:

"Disse mais o Senhor Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora que lhe seja idônea. Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre o homem, e este adormeceu; tomou-lhe, então, uma das costelas, e fechou a carne em seu lugar; e da costela que o Senhor Deus lhe tomara, formou a mulher e a trouxe ao homem. Então disse o homem: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; ela será chamada varoa, porquanto do varão foi tomada. (...) homem e mulher os criou. Então Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos; enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra". (Gn 2. 18, 21-23; 1.27,28).

Poderíamos citar infindáveis textos de todas as escrituras monoteístas mas tornaríamos enfadonha a leitura.

É no mínimo motivo para uma reflexão, porque as 3 religiões monoteístas não aceitam o homossexualismo.

Há ainda um risco maior oculto na PL 122/2006 pois de acordo com esta lei nenhum ato relativo a sexualidade pode ser questionado. Eis aí uma porta aberta para a Pedofilia e tantos outros crimes desta ordem.

Este projeto de lei tem sido tão controverso que até mesmo o Pastor Silas Malafaia de quem normalmente discordamos, foi incrivelmente coerente em seu programa, tomando-o todo no ultimo sábado para comentar a este respeito.

Mas o que você como cidadão pode fazer para ajudar? Vejamos:


Como Ajudar

Entre no site do Senado no seguinte link: http://www.senado.gov.br/sf/senadores/senadores_atual.asp?o=3&u=*&p=* e envie um e-mail para cada senador com por exemplo a frase: "Sr. Senador, não aprove a PL 122/2006. Grato, ...". Desta forma você estará contribuindo enormemente para a preservação da moralidade no Brasil.

domingo, 4 de outubro de 2009

Não Queremos Olímpíadas em 2016


Na semana passada o povo brasileiro, e mais precisamente o povo carioca recebeu a triste notícia de que o Rio de Janeiro sediará as Olimpíadas de 2016. Isso seria uma grande honra para todos nós, não fossem as tantas privações que os moradores da "cidade maravilhosa" terão que enfrentar, tais como desvios de verba pública da educação e da saúde para se reformar estádios de futebol, vilas olímpicas e tantas outras coisas, tal como ocorreu com os jogos Panamericanos.

O que talvez a população não leve em conta é que nosso estado não possui governador, e o Sr. Sérgio Cabral só aparece em encontros internacionais ou para falar um bando de asneiras se descupando por atos desprezíveis cometidos pela polícia ou por médicos da rede pública. Mas a nossa segurança anda esquecida e pessoas de bem e até mesmo crianças morrem diariamente vítimas de balas perdidas. A violência já desceu os morros e está não somente pelo asfalto mas invade as nossas casas todos os dias, como casos de apartamentos que são saqueados como vimos há poucos dias no noticiário.

O que nos revolta é que dentro de um contesto islâmico Sérgio Cabral seria tido como um Califa, e o Califa, assim como o nosso governador e o Presidente da República são responsáveis pelo bem estar de seu povo. Porém a "cidade maravilhosa" está enfrentando há anos uma verdadeira guerra civil, onde cada governador que passa faz "vista grossa" ou ainda agrava mais a situação, como foi o caso do Sr. Garotinho, que se fosse receber um apelido pelo seu caráter deveria ser chamado de "Molequinho". Logo depois veio sua esposa; mais uma criança para gerir um estado, a Srª. Rosinha, que dá idéias absurdas e irracionais como a de se levantar um muro em torno da favela da Rocinha. Cremos todavia que como pessoas de bom senso deveriamos nesta época construir este muro em volta não da Rocinha, mas da Rosinha.

Não podemos esquecer também da Srª. Benedita que embora não tenha feito nada pelo estado, se omitiu deixando-o no mesmo grau de calamidade. Por fim e não satisfeito o povo vota no Sr. Sérgio Cabral que com o velho discurso em prol dos idosos prometeu transformar o Rio de Janeiro.

A grande questão porém com a vitória do Rio para sediar as olimpíadas é: Por que tudo o que foi prometido ser feito até 2016 para que os turistas pudessem ver não foi feito até hoje para os próprios cariocas e fluminsenses? Eis a questão.

sábado, 19 de setembro de 2009

Ói, Ói o Trem!


Na semana anterior a II Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa um ato da Excelentíssima Juíza Srª. Viviane do Amaral tem despertado polêmica.

Em uma liminar a juiza proibe os cultos evangélicos que há muito vinham importunando a todos os que eram obrigados a viajar diariamente nos trens da Supervia. Quem entrasse em um determinado vagão teria que ouvir berros tais como: "Oh Glória!", "Amém Senhor" e muito mais.

Além de uma imposição da fé evangélica aos viajantes que são também umbandistas, muçulmanos, católicos e judeus, estes pseudo-religiosos que se utilizam da fé alheia para lucrarem oportunamente sobre os demais e para perturbar a ordem, praticavam comumente a agressão a passageiros de professassem credos diferentes, como um caso presenciado por este autor em que um dos pregadores arrancou violentamente o fio de contas de um umbandiata que estava presente.

Sobre a decisão da Juiza, sobre a qual comemoramos e a congratulamos, os mesmos oportunistas dizem que tal ato é inconstitucional, uma vez que a Constituição Federal defende a liberdade de culto. E de fato estão certo. Porém em seus templos.

Segundo tais "pastores de esquina" isto é uma perseguição e prova de preconceito. De minha parte creio que seja mais sensato dizer que é apenas uma consequencia da perseguição que alguns evangélicos têm feito com qualquer um que não seja de sua igreja, uma vez que há discussão e desentendimento de doutrina mesmo entre igrejas evangélicas.

Com tudo isso surge uma dúvida: Será que os mesmos que estão tão interessados na defesa da Constituição estariam de acordo em se fazer um vagão para umbandistas, para católicos e outro para muçulmanos, Hare Krishnas e etc? Certamente que não.

Então gostaria de encerrar este artigo com um clamor: CHEGA DE HIPOCRISIA!!!

domingo, 6 de setembro de 2009

11 de Setembro


Estamos próximo ao 11 de setembro. Longe de ser um dia comum para todos ou um dia comemorativo, esta data é marcada por uma grande tristeza para duas classes de pessoas: os parentes das vítimas do atentado terrorista ao World Trade Center em Nova Yorque nos E.U.A. e os muçulmanos de todo o mundo.


Talvez você possa se perguntar o porque da inclusão desta segunda classe. O fato é que desde 11 de setembro de 2001 nenhum muçulmano tem mas paz ao transitar pelas ruas, pois são constantementes agredidos verbalmente e as vezes até ficamente como terroristas. Porém gostaria de levá-lo a uma breve reflexão: o Islam é indiscutivelmente a maior religião do mundo e a religião que mais cresce. Logo dizermos que quase 20% da população mundial é terrorista é um absurdo que faz pensar mesmo o mais analítico dos homens. Se isso ainda não bastasse ficou evidente através da postura do então Presidente belicoso George W. Bush quem é o verdadeiro terrorista. E não nos assustaria se descobríssemos que o maior culpado deste acidente seria o próprio E.U.A. que preferiu ter algumas pessoas mortas e posar de coitadinho para que pudesse com isso conseguir o apoio da ONU e outros países para invadir os países árabes com a desculpa de acabar com o terrorismo, mas tendo por trás disso apenas o objetivo excuso de roubar petróleo. Coisa que o Sr. George W. Bush além de não obter êxito, ainda levou não somente o seu país, mas todo o mundo a um colapso, a uma crise financeira mundial devido a sua incompetência administrativa, lembrando em muito o rei Felipe IV da França, conhecido também como Rei Felipe, o Belo do período medieval e responsável pela queda da Ordem dos Templários devido as suas falcatruas.


Veja que isso tudo que abordamos acima não é uma idéia original. No próprio filme "V de Vingança", a personagem principal de nome "V" diz algo semelhante referente ao governo fictício desta obra.


O preço que nós muçulmanos pagamos pelo erro de um presidente americano terrorista sim se reflete até hoje e sobrevive mesmo a crise, é a imagem preconceituosa que temos que carregar nas costas como um peso devido ao ódio implantado pelo Sr. Bush e a falta de discernimento do povo.


No Brasil isto não é muito de se admirar, uma vez que devido a Globo e a sua "cultura novelística" "Hare Baba" é um termo árabe, quem usa hijab são os indianos que moram em um país chamado Índia cuja a capital é Dubai. Triste isso... não? Eis o que passamos.


Quanto a você, faça a diferença, nade contra a corrente: investigue sobre o Islam, pesquise, pergunte, duvide. Assim chegará a imagem real e terá o seu próprio conceito, longe do "ouvi dizer".

20 de Setembro: Combate a Intolerância Religiosa

Se você é muçulmano, judeu ou cristão, ou ainda membro de qualquer outra religião que não a citada aqui, e sente a necessidade de lutar pelos seus direitos combatendo a intolerância religiosa que é crime previsto em lei não apenas pela Constituição Federal de nosso país como também pelo Código Penal e pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, então você não pode perder este evento onde religiosos dos mais diversos credos irão às ruas lutar pelos seus direitos de praticar os seus cultos. Por isso a Caminhada em Defesa da Liberdade Religiosa que está comemorando este mês aniversário de um ano se repetirá no dia 20 de setembro às 10:00h no Posto 6 da Orla da Praia de Copacabana. Marque na sua agenda e participe! Esta é uma forma de tornar o nosso estado um lugar melhor para se viver. Não seja passivo diante do preconceito. Seja você mesmo um agente da mudança. Compareça vestido com os trajes tradicionais de sua religião.

NOS VEMOS LÁ!


sábado, 5 de setembro de 2009

Carta Aberta aos Leitores

Salam Aleikum wa Rahmatullahi wa Barakatu!

Ramdan Mubarak!

Querido Irmão/ Querida Irmã

Vejo a todos os muçulmanos como a uma grande família, pois somos todos irmãos em Islam. E devido a isso nada mais justo que dar uma satisfação sobre o período no qual o blog ficou sem atualização. O que ocorre é que desde a ultima postagem no dia 11 de agosto, muitas coisas maravilhosas aconteceram e devido a isso fujo um pouco da proposta do blog para notificar a você.

Primeiramente estava providenciando a minha mudança de endereço residencial, uma vez que estava para me casar. Fato este que ocorreu em uma cerimônia simples mais nem por isso menos bela no dia 22 de agosto deste ano na Mesquita Al Nur no bairro Tijuca na cidade do Rio de Janeiro, onde contrai matrimônio com a Irmã Fatimah Bint Maryam, agora minha esposa.

Diz o Profeta Muhammad (S.A.A.S.) que o casamento é a metade da fé. Peço a você que lê agora esta carta aberta que faça du'a (Súplica) a Allah Subhana wa Ta'ala para que derrame suas bençãos e sua misericórdia sobre o meu lar, minha família e o meu casamento. E que Ele possa retribuir três vezes mais o que me desejarem e o que pedirem por nós.

Atualmente estou sem internet em minha casa, o que as vezes durante um curto espaço de tempo pode dificultar a atualização do blog mais prometo que o estarei fazendo minimamente ao menos uma vez por semana.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

É Proibido Fumar! Diz o Aviso Que Eu Li

Depois de várias décadas com o Brasil sustendando-se com os impostos oriundos do cigarro e do tabaco em geral, os governos de São Paulo e do Rio de Janeiro estão declarando guerra contra este mal.

Desde que foi lançada em São Paulo a campanha e a lei que proibe o fumo em locais fechados a polêmica tem reinado soberana. Há sempre aqueles que defendem a todo o custo o seu direito de suicídio gradual. O problema maior é que como já descoberto pela ciência, um fumante passivo, pelo simples fato de estar ao lado de um ativo tem sua vida a longo prazo de 7% a 10% diminuída.

Nós muçulmanos como em geral achamos esta lei louvável, até porque em um estado islâmico estas substâncias estariam proibidas, pois não fazem mal somente ao indivíduo mais à coletividade. Pode-se dizer porém que em países de maioria muçulmana tais bebidas são vendidas livremente. O fato deve-se como já falamos em outros artigos ao governo aos moldes seculares e não pela jurisprudência islâmica.
Talvez você possa dizer que já conheceu algum muçulmano que bebe socialmente ou que fuma. O fato é que não temos o direito de dizer que este ou aquele irmão não é muçulmano. Porém não está agindo de acordo com o Alcorão e o ensinamento do Profeta Muhammad (S.A.A.S.).

Também uma campanha de lei seca no trânsito tem educado a população. É certo que se tornou uma indústria de multas, porém se minimizou consideravelmente o número de acidentes em vias públicas. No entanto cremos que não basta apenas se proibir a bebida no trânsito, uma vez que esta tem sido a causa de diversos males tais como a violência doméstica contra as mulheres, o suicídio e o homicídio.
Se formos em uma delegacia de polícia, nos espantaremos com a assombrosa estatística de quantas são as mulheres agredidas por seus esposos ao voltarem para casa embrigados. Todavia esta não é uma estatística real, já que a maioria tem medo de denunciar seu conjuge e permanecem em silêncio.
Chegamos então a conclusão que tais providências urgem serem tomadas, não somente como um ato de saúde pública, mas no caso da bebida como de segurança pública.
Já referente aos cigarros é mais comum do que se pensa incêndios provocados por guimbas de cigarro. Sem contar a degradação do meio ambiente, uma vez que o filtro dos mesmos não se decompõem. Por isso seja mais humano, cuide dos outros e de si mesmo. A nossa saúde é o maior bem que temos. Não beba! Não Fume! Seu corpo agradece.

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Vamos Dominar o Mundo...

Toda a América Latina tem acompanhado estupefata a proposta feita pelos Estados Unidos ao Presidente da Comlombia Álvaro Uribe de se instalar 7 bases militares em seu país. A desculpa? Acabar com o narcotráfico. Semelhante as mesmas dadas por George W. Bush quando invadiu o Iraque sob o pretexto de extirpar o terrorismo. Ou deveríamos dizer o petróleo? Não... é melhor fingirmos que o governo americano de bases iluministas (ou deveríamos dizer obscurantistas?) tem sempre um ideal altruísta.

Longe do populismo de Barack Obama e seus discursos diplomáticos como na Universidade do Cairo vemos a sede de poder americano se espalhar pouco a pouco, porém desta vez mais discretamente. Enquanto discursos corteses são feitos, o poder da bandeira estrelada, com o branco da paz que se deseja no mundo e com o vermelho de tanto sangue inocente derramado em nome de poder excuso vem se alastrando.

No entanto com uma síndrome que mais parece se assemelhar ao comportamento da dupla de desenho animado Pink e Cérebro, o presidente colombiano Álvaro Uribe se passando pelo pateta rato que obedece a tudo o que seu mentor Cérebro ordena tenta convencer os outros países com um discurso fraco e repetitivo para fabricar mais Pinks mundo a fora.

No entanto o belicoso Hugo Chávez não precisava de mais nada para começar a sua brincadeira irresponsável e inconsequente passando-se pelo grande ditador e soltar nas ruas seus tanques e soldados como se estivesse brincando com um jogo de tabuleiro. Por isso não se tardou em se pronunciar sobre a possibilidade de uma guerra. Para este pobre coitado o grito do rei espanhol ainda deveria ecoar em seus ouvidos: Por qué no te callas?!

Já o Brasil como sempre parcial a tudo aguarda em cima do muro uma decisão. Talvez aguardando o que os demais países falarão para que então o nosso "intelectual" presidente possa se pronunciar.

Uma questão porém nos vem a mente: Por que tanto interesse em acabar com o narcotráfico na América do Sul se os maiores prejudicados são os próprios países da América do Sul? Um simples ato de generosidade? Não cremos. Como também não cremos que algo de tal porte possa ser simplesmente uma preocupação caridosa dos Estados Unidos.

Outra pergunta que não quer calar é: Por que aviões para grandes distâncias nesta base se o objetivo desta suposta missão seria apenas para se atuar na Colômbia? Porém segundo os americanos estes aviões teriam autonomia para voar desde o país sul americano até o E.U.A..

Numa atitude contraditória o atrapalhando presidente Pink colombiano, ou melhor, Álvaro Uribe continua a sua via crucis de país em país pedindo a opinião alheia. Mas quando questionado diz que a decisão colombiana é soberana e que isso já está decidido. Alguém quer uma marionete aí? Álvaro Uribe aceita propostas.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Para Que Serve o Governo Brasileiro?

Você já parou para se perguntar para que serve o Governo Brasileiro? Então imagine você que se preocupa tanto para pagar suas contas em dia, que se "imprensa" para não ficar inadimplente com água, luz e telefone por exemplo, que tem que pagar a escola de seu filho e ainda assim não consegue dar um conforto esperado à sua família, que você na verdade não sustenta apenas mais uma família, mas várias, que viajam de jatinho particular, ganham salários milionários sem trabalhar, constroem castelos, se alimentam das mais caras iguarias que você sequer sonhou ver diante de seus olhos e em sua mesa, andam de carros caríssimos e tudo isso às suas custas. Este é o peso que carregamos em nossas costas diariamente.

Nosso governo paternalista que prefere dar o peixe através de um bolsa família como uma espécie de cala boca à uma população conformista que se mantém passiva diante de parasitas que ofendem nossos idosos com títulos pejorativos, como o de vagabundos ditos pelo ex Presidente da República Fernando Henrique Cardoso e que alimenta as gordas contas bancárias em paraísos fiscais tais como a do Senhor Maluf e que arca com as consequências dos fétidos atos secretos do Sr. José Sarney, que ainda que por mais aparente que seja para todos o seu mau caráter e sua pérfida conduta ainda faz questão de representar em um tenebroso teatro apresentando-se como vítima. Será ele a vítima ou serão todos os brasileiros que estão fartos de sustentar verdadeiros parasitas, vermes sangue-sugas que vivem no luxo através da miséria alheia? Que mantém o Brasil como um país de terceiro mundo podendo através dos recursos naturais de nossas terras e dos impostos absurdos que pagamos a todo momento torná-lo um país de primeiro mundo. Impostos estes que no exato momento em que este artigo é escrito segundo o impostômetro somam desde 01/01/2009 até hoje a quantia de R$ 607.444.500.000,00.

Porém o que podemos fazer? Seremos eternos reféns nas mãos desses bandidos de colarinho branco que ousam chamarem-se de políticos? Só depende de nós. Se nas eleições anularmos o nosso precioso voto não o vendendo por qualquer preço conseguiremos dar a resposta a estes fanfarrões.

Quanto aos evidentes escândalos do senado como o verdadeiro "barraco" que ocorreu esta semana nos questionamos qual a utilidade desta corja? Para que serve um bando de vagabundos vivendo às nossas custas? Por este motivo resolvemos aderir e divulgar não somente a Campanha Fora Sarney, mas também a campanha sobre o fim do Senado. Participe você também. Não espere sentado passivamente reclamando para que as coisas mudem. Seja você o agente da mudança.

Os 25 Nomes Mais Originais de Igrejas Evangélicas

Você acha que já viu de tudo no meio evangélico? Pois então o "A Nova Cruzada" preparou para você os 25 nomes mais originais e cômicos dados à Igrejas. Aconselhamos caso você tenha algum problema cardiáco a não ler este artigo ou se estiver em algum local em que seja necessário o silêncio tais como hospital, escritório ou outros, pois os nomes abaixo certamente o farão rir. Quiça gargalhar. O que mas no chama a atençãoé que esses nomes realmente existem em tais instituições.
Prepare-se...:

  1. Igreja Evangélica Muçulmana Javé é Pai
  2. Igreja Evangélica Espírita Nacional
  3. Igreja Esotérica Cristã
  4. Igreja da Serpente de Moisés que Engoliu as Outras
  5. Igreja pentecostal Cuspe de Cristo
  6. Igreja Pentecostal Jesus vem, você fica
  7. Assembléia de Deus Terraço da Fé
  8. Igreja Evangélica Batista Barranco Sagrado
  9. Igreja Evangélica Florzinha de Jesus
  10. Igreja Cristo é Show
  11. Igreja Evangélica Ligação Direta com o Paraíso
  12. Igreja Evangélica de Abominação à Vida Torta
  13. Igreja Assembléia de Deus do Papagaio Santo que Ora a Bíblia
  14. Bola de Neve Church
  15. Associação Evangélica Fiel Até de Baixo d'Água
  16. Congregação Anti-Blasfêmias
  17. Igreja Bailarinas da Valsa Divina
  18. Igreja Congregacional Exigimos a Graça de Deus
  19. Igreja Batista Pronto-Socorro das Almas
  20. Congregação Cristã dos Fiéis Vencedores Salvos da Macumba
  21. Igreja Assembléia de Deus Botas de Fogo Ardentes e Chamuscantes
  22. Igreja Evangélica Bazuca Celestial
  23. Igreja Evangélica Pentecostal Coluna de Deus
  24. Igreja das Botijas de Deus
  25. Assembléia de Deus Ministério Porta Estreita

Como Abrir uma Igreja Evangélica


A cada dia que passa um grande mercado vem crescendo no Brasil: as igrejas evangélicas. E ao contrário do que se pensa não é necessário muita coisa para fundá-las, motivo pelo qual só no Rio de Janeiro na década de 90 segundo pesquisa do ISER (Instituro Superior de Estudo da Religião) a conclusão foi de que a cada semana surgem 5 novas igrejas. Ou seja, se levarmos em conta que os dias úteis da semana são 5, podemos dizer que surge uma nova igreja por dia em terras cariocas e fluminsenses.

Obviamente não nos referimos aqui as igrejas tradicionais como por exemplo a Luterana, Batista, Metodista e Presbiteriana. Embora hoje em dia hajam algumas tentaivas de se inovar utilizando-se por pura estratégia de marketing tais nomes e assim se modifica a doutrina. Como por exemplo o fato da Igreja Metodista hoje já ter sua versão pentecostal, que entra em desacordo com sua doutrina primitiva.

Hoje é possível se encontrar denominações evangélicas para todos os gostos tais como surfistas, fanqueiros, analfabetos, letrados e tantos outros.

Quanto a preparação do pastor isso é o que menos importa pois já existem cursos para formação de pastores a distância por internet ou correspondência em apenas 6 meses. Isso quando o pastor sabe ler, pois espantosamente existem igrejas principalmente na periferia e nos grandes subúrbios do país em que o líder religioso é semi-analfabeto.

Como então se montar uma igreja:



  1. Arrume a garagem de sua casa ou da de algum amigo. Coloque nela algumas cadeiras.


  2. Compre parcelado um amplificador, afinal de contas o volume máximo acima dos decibéis permitidos pela lei deve ser a marca registrada da mesma para poder se chamar os novos fiéis.


  3. Pegue títulos alheios até mesmo as denominações cristãs e se auto-intitule Bispo, ou Pastor ou Presbítero de sua igreja. Caso questionem sua sucessão, diga que recebeu por inspiração divina este título em uma noite que estava orando em um morro qualquer. Porém denomine-o de monte. Fica mais poético e bíblico.


  4. Por falar em bíblico, tenha uma Bíblia velha em mãos. Não precisa ter estudado toda ela, pois a aparência da mesma dará a entender as pessoas que você é um estudioso das escrituras.


  5. Prometa milagres que não poderão ser comprovados pela lei. Assim ninguém poderá te processar.


  6. Estipule os 10% do dízimo que deverão ser pagos em mãos ou na sua conta bancária e que o mesmo será para Jesus, mas o mesmo não poderá ser doado a nenhuma família carente ou instituição de caridade, pois senão o seu dinheiro não será abençoado e você não receberá mais a benção de Deus.

  7. Esqueça as doutrinas bíblicas. Crie a sua própria doutrina. Quanto mais rigorosa, mas as pessoas irão querer te seguir pois o verão como um discípulo direto de Jesus tal como Paulo de Tarso se dizia ser.

  8. Após isso seja criativo e escolha um nome bem chamativo e original. Não se esqueça por mais humilde que seja o estabelecimento, colocar algo bem pomposo após o nome como por exemplo: Sede Mundial.


  9. Se após tudo isso sua igreja começou a aumentar o número de fiéis e o rendimento, falta agora oficializá-la: junte 8 pessoas, faz-se a reunião para se lavrar a ata de fundação, elabora-se o estatuto para registrá-lo em cartório e depois é só dar entrada no CNPJ.

Bons Negócios e uma feliz e lucrativa vida sem a necessidade de um trabalho formal.

É interessante notarmos que antigamente usávamos a expressão "uma ingreja em cada esquina". No entanto hoje em dia é comum vermos até 6 igrejas em um mesmo quarterão. Infelizmente constatamos que o famoso jeitinho brasileiro chegou também a fé. Há inclusive os que irônicamente dizem: "Se Jesus é o caminho a igreja é o pedágio".

O que achamos irônico é que pessoas de tais denominações ainda num ato unfanistas se arrogam de serem juizes dos demais membros de outras religiões dizendo quem vai ou não para o inferno. No entanto se os mesmos lessem seus próprios livros veriam que está escrito nele que apenas Deus é o juiz.

Temos notado em certas pesquisas também que a maioria dos pastores fundadores de tais igrejas são desempregados e com isso buscam uma oportunidade de negócios, e para isso como exposto acima não são necessários grandes conhecimentos, basta apenas saber mexer com o emocional alheio de um povo já tão desesperado e necessitado que crê no primeiro charlatão que se apresentar como tábua de salvação.

domingo, 2 de agosto de 2009

Mesquita do Rio de Janeiro Realiza Projeto de Incentivo à Leitura

A Sociedade Beneficente Muçulmana do Rio de Janeiro - SBMRJ realizou nos dias 30 e 31 de julho passados a Campanha de Incentivo à Leitura que ocorreu na Praça Saens Peña na Zona Norte e também na Rua Uruguaiana no Centro do Rio de Janeiro.

Nesta campanha foram feitas distribuições de livros islâmicos para divulgar e esclarecer esta religião tão desconhecida pelas massas devido a contra-informação que a mídia veicula contra os muçulmanos.

Apesar de em ambos os dias o clima estar chuvoso o projeto foi um sucesso e contou com a presença de diversos muçulmanos e principalmente das muçulmanas que trabalharam ativamente neste projeto, desmistificando a falsa imagem de que a mulher no Islam deva ser alienada da sociedade e das atividades da Mesquita.
Dentre os livros com maior saída e que tiveram a preferência popular estavam: "Jesus, um Profeta do Islam" e "A Mulher no Islam".

Ao contrário do que se pense o povo foi bem receptivo quanto ao projeto e tiveram a oportunidade de tirar dúvidas diretamente os próprios muçulmanos locais, e com isso formarem um conceito próprio do Islam.

O projeto contou ainda com a colaboração de uma organização egípcia de caráter mundial empenhada na divulgação da religião. O sucesso do Projeto foi tão grande que pensa-se em repeti-lo no próximo ano. Foi também um incentivo para que outras comunidades islâmicas do Brasil também passem a aderir tal projeto.

A Table Dawa como fico conhecida no meio islâmico serviu também como uma forma de integração social onde pessoas das mais diversas classses sociais, credos e cultura, estudantes e aposentados, jovens e idosos dialogaram de forma cordial com todos os participantes da mesma. Porém a imprensa de emissoras de TV mais tendenciosas que haviam sido comunicadas sobre o evento não compareceram. Uma prova de que não há interesse em que se divulgue tais atos benéficos à sociedade.

A Nova Cruzada Ganha Comunidade no Orkut


Desde o ano de 2008 defendendo o Islam e os muçulmanos o nosso blog "A Nova Cruzada" a pedido de diversos leitores ganha agora comunidade no site de relacionamentos Orkut. Através dele você poderá conhecer os nosso leitores, trocar idéias, sugerir pautas, dar sua opinião sobre alguma matéria e ter uma maior interatividade conosco.
A comunidade criada em 30 de julho de 2009 está aberta para os mais diversos assuntos. Dentre eles: política, religião, saúde, cultura e muito mais.
Servirá também como direito de resposta e manifestação de nosso protesto contra as injustiças cometidas pela mídia em geral.
O endereço da comunidade está logo abaixo, porém se desejar pode acessar pela figura ao lado. A url da comunidade porém é:




Venha, participe, você é nosso convidado especial. Dê suas idéias. Para nós é muito importante saber o que você pensa.

Preconceito e Desinformação Super Interessante

Depois da reportagem sobre o livro "A Jóia de Medina" escrita pelo jornalista Francisco Alves Filho da revista Isto É em que o mesmo insulta o Islam, assim como o Profeta Muhammad (S.A.W.S.) e sua esposa Aisha (R.A.A.) faltando com qualquer ética profissional. Desta vez pesquisando sobre a pauta que elaboramos sobre o Califado Universal encontramos um artigo da revista Super Interessante escrito por Dagomir Marquzi que segue a mesma linha de seu colega.

Em seu artigo intitulado: "E se o Brasil fosse conquistado pelos fundamentalistas islâmicos?" Dagomir faz as mais torpes, irônicas e tolas comparações. Dentre elas o mesmo especula sobre uma suposta conquista das terras Brasileiras por Bin Laden em que o mesmo se tornaria um Califa Universal.
Ora, nada evidencia mais a malícia e a falta de informação deste jornalista quanto tal artigo. Se o mesmo buscasse pesquisar de forma imparcial tal como um profissional da área o deve fazer, saberia que Bin Laden de forma alguma tem o apoio de sequer 1% dos muçulmanos do planeta. Logo seria impossível que ele se tornasse um Califa. Se isso não bastasse, para que haja um Califado é necessária uma Shura. Ou seja, um conselho de homens de conduta ilibada e caráter irrepreensível. Isto posto, se torna evidente que seria inviável um Califado governado por Bin Laden e seus comparsas, até mesmo porque se deve ter o apoio popular ao Califa, o que já dissemos que falta para quem o sr. Dagomir pretende fazer ser um candidato a tal cargo.

Segundo Dagomir (que se encontra na foto acima) que demonstra um extremo preconceito sobre o Islam e os muçulmanos assim como desconhecimento sobre as práticas religiosas e sociais do sistema de Califado. De acordo com ele as mulheres devem valer menos que cabras.
Temos percebido de forma tão torpe e covarde a nossa mídia tem tentado nos impor as inverdades preconceituosas que jornalistas que sequer deveriam circular pelo mercado de trabalho por burlarem a ética e a lei em nome da liberdade de expressão tais como Dagomir Marquezi e Francisco Alves Filho. Nos perguntamos se diante de tais "profissionais" anti-éticos devemos ser passivos e apenas lermos suas matérias que tem a pretenção não de informar ou levar a cultura ao povo, mas de torná-lo cada vez mais desinformado, menos politizado ajudando assim a um sistema governamental em que a corrupção cresce e a educação diminui, de modo que assim possamos deixar o país nas mãos de pessoas imorais como eles próprios.
A parcialidade das mídias atuais no país nos faz questionar por exemplo a se realmente o diploma na vida de um jornalista faz alguma diferença, uma vez que muitos diplomados têm falado e escrito tantas asneiras como as que temos acompanhado.
Em seu artigo Dagomir diz que a música seria proíbida como se isso fosse algo completamente aceito no Islam e pelos muçulmanos e como se isso devesse ser imposto aos não muçulmanos também. Ocorre porém que os ahadice (plural de hadice, que quer dizer dito, segundo a tardição do Profeta Muhammad S.A.W.S.) que falam sobre a proibição da música são completamente fracos e carecem de base.
Fico me perguntando qual o parâmetro social que tais jornalistas têm para poderem fazer uma comparação entre o nosso sistema social do ocidente com o sistema de califado que sequer existe atualmente mesmo nos países de maioria muçulmana.


Em um slogan da revista diz: "Quem lê a Super enxerga o mundo de maneira diferente". Cremos que de fato se as pessoas começarem a enxergar o mundo desta forma em breve estaremos revivendo os moldes nazistas, diatoriais ou numa nova Ku Klux Klan espalhando o preconceito, o racismo e a intolerância por todo o país.


Está certo que este artigo foi escrito há tempos mas sempre é tempo de nos defendermos quando somos atacados. O artigo que gerou esta matéria encontra-se em: http://super.abril.com.br/superarquivo/2001/conteudo_209172.shtml


O que podemos fazer então contra esta onda islamofóbica? O mesmo que fizemos com a revista Isto é. Vejamos:
Boicote:


Como todo muçulmano devemos seguir a lei do país em que estamos e de forma pacífica de acordo com o agravo a que fomos sujeitados. Por isso faça o seguinte:
  1. Escreva um e-mail para: superleitor.abril@atleitor.com.br aos cuidados de Adriana Meneghello. Envie uma cópia para info@wamy.org.br . Esta não é uma campanha odicial da Wamy, porém como a mesma luta no combate a islamofobia creio que seja de interesse para a mesma.
  2. Evite entrar no site da revista pois é dessa forma que os mesmos ganham dinheiro com seus anunciantes.
  3. Não comprem a revista Super Interessante nas bancas.
  4. Desaconselhem aos seus amigos e parentes a leitura da mesma como um veículo de desinformação e desserviço publico como um meio para banir a cultura brasileira.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

A Falência do Sistema Político Ocidental

Você está satisfeito com a sociedade que está aí? E com o sistema político? Se observarmos atentamente veremos que todos os sistemas políticos ocidentais estão em derrocada.

As teorias de "O Príncipe" de Maquiavél carecem de ética, e infelizmente as bases de nossa política estão alicerçadas sobre ela.

O Capitalismo tem mostrado a cada dia que certamente não é o melhor para a humanidade, pois embora se venda pela imagem do consumismo gerando nas pessoas uma sede incontrolável por "ter" cada vez mais e relegando o "ser" a cada vez menos, também tem sido diretamente o responsável por maus tratos à natureza tais como o ameaçador efeito estufa, o "El Niño", "La Niña", aquecimento global e muitas outras.

Poderíamos então recorrer ao Socialismo ou ao Comunismo, mas eles tampouco têm se mostrado a solução dos problemas capitalistas, e embora se apresente como a panacéia para todos os males da humanidade tem fomentado o ateísmo e se mostrado ineficaz. Karl Marx com suas teorias de "O Capital" ou ainda em seu "Manifesto do Partido Comunista" têm exposto idéias que beiram a utopia. No entanto embora há os que alegam que sua eficácia baseados na Comuna de París, e tal sitema ao longo da história também não tem se mostrado válido, vide os governos que se intitulam de Socialistas ou mesmo Comunistas como Cuba e a China. Nestes os governantes detêm todo o poder enquanto a população recebe a sua "ração".

Certa vez me choquei ao ver uma foto de Fidel Castro fazendo sua caminhada matinal com um tênis de uma marca internacional caríssima enquanto tantas pessoas no seu país passavam por situações vergonhosas de miséria. Prova mais do que clara da falibilidade do Socialismo.


Mas então você pode me perguntar: "E qual seria a melhor forma de governo?". Lhe exorto a se despir de todo preconceito sobre o Islam e de tudo que se origine dele. E após isso posso dizer com toda convicção que o governo mais saudável seria a criação de um Califado Universal. Te parece algo perdido no passado à moda das Mil e Uma Noites? Não. Longe disso. O Califado Universal é uma possibilidade tão aplicável aos moldes de hoje como o foi em outrora. Porém não pense em em grupos radicais pseudo-islâmicos tais como Taliban e outros. Este sistema em nada se iguala a tais rebeldes que sequer seguem a Shariah (Jurisprudência islâmica). Por isso em breve apresentaremos uma série de artigos aqui no "A Nova Cruzada" onde exporemos a forma de funcionamento do Califado, os benfícios garantidos pela Shariah à população muçulmana e não muçulmana. E tenho a certeza que ficarão estupefatos ao saber dentre outras coisas que houve uma Declaração Universal do Direitos Humanos feita pelo Islam muito antes da Declaração ocidental que conhecemos. Se espantará ao saber que os direitos das mulheres que elas tanto lutam desde a década de 70 já é direito inalienável das mulherres muçulmanas nos países de maioria islâmica.
Talvez sabendo de tudo isso você possa perguntar: "Bem, então por que em alguns países de maioria muçulmana existe tanta desigualdade e tantos conflitos?". Isso pode ser respondido claramente que se deve a inexistência de um Califado. Não Universal, mas mesmo regional. Logo se não há este Califado essa é a prova clara de que tal local não é regido pela Shariah que é sim extremamente humanitária.
Aguarde em breve aqui a série sobre o Califado Universal.