domingo, 6 de setembro de 2009

11 de Setembro


Estamos próximo ao 11 de setembro. Longe de ser um dia comum para todos ou um dia comemorativo, esta data é marcada por uma grande tristeza para duas classes de pessoas: os parentes das vítimas do atentado terrorista ao World Trade Center em Nova Yorque nos E.U.A. e os muçulmanos de todo o mundo.


Talvez você possa se perguntar o porque da inclusão desta segunda classe. O fato é que desde 11 de setembro de 2001 nenhum muçulmano tem mas paz ao transitar pelas ruas, pois são constantementes agredidos verbalmente e as vezes até ficamente como terroristas. Porém gostaria de levá-lo a uma breve reflexão: o Islam é indiscutivelmente a maior religião do mundo e a religião que mais cresce. Logo dizermos que quase 20% da população mundial é terrorista é um absurdo que faz pensar mesmo o mais analítico dos homens. Se isso ainda não bastasse ficou evidente através da postura do então Presidente belicoso George W. Bush quem é o verdadeiro terrorista. E não nos assustaria se descobríssemos que o maior culpado deste acidente seria o próprio E.U.A. que preferiu ter algumas pessoas mortas e posar de coitadinho para que pudesse com isso conseguir o apoio da ONU e outros países para invadir os países árabes com a desculpa de acabar com o terrorismo, mas tendo por trás disso apenas o objetivo excuso de roubar petróleo. Coisa que o Sr. George W. Bush além de não obter êxito, ainda levou não somente o seu país, mas todo o mundo a um colapso, a uma crise financeira mundial devido a sua incompetência administrativa, lembrando em muito o rei Felipe IV da França, conhecido também como Rei Felipe, o Belo do período medieval e responsável pela queda da Ordem dos Templários devido as suas falcatruas.


Veja que isso tudo que abordamos acima não é uma idéia original. No próprio filme "V de Vingança", a personagem principal de nome "V" diz algo semelhante referente ao governo fictício desta obra.


O preço que nós muçulmanos pagamos pelo erro de um presidente americano terrorista sim se reflete até hoje e sobrevive mesmo a crise, é a imagem preconceituosa que temos que carregar nas costas como um peso devido ao ódio implantado pelo Sr. Bush e a falta de discernimento do povo.


No Brasil isto não é muito de se admirar, uma vez que devido a Globo e a sua "cultura novelística" "Hare Baba" é um termo árabe, quem usa hijab são os indianos que moram em um país chamado Índia cuja a capital é Dubai. Triste isso... não? Eis o que passamos.


Quanto a você, faça a diferença, nade contra a corrente: investigue sobre o Islam, pesquise, pergunte, duvide. Assim chegará a imagem real e terá o seu próprio conceito, longe do "ouvi dizer".

3 comentários:

  1. Concordo plenamente com você Omar Israfil Dawud Bin Ibrahim. Ora todos sabemos das estreitas relações entre as famílias Bush e os Laden em torno das questões de petróleo. Me preocupa muito a postura extremamente ofensiva da diplomacia norte-americana. O Amazonas, por exemplo, vai ser o próximo alvo do "Tio Sam", não tenham dúvidas. Qual vai ser o motivo construido? Meio ambiente, preservação do planeta, poluição? Motivos para escamotear as verdadeiras intensões (não sejamos inocentes pois a água vai ser o produto mais valioso na balança do poder mundial) não faltam. O pior de tudo isso é a desinformação de grande maioria da população, que por sua vez consomem tudo que o capitalismo lhes oferece. Esse é um processo muito bem sucedido de idiotização sociológica.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado pelo seu comentário Silvânio.
    Creio que cabe a nós que temos este tipo de visão esclarecer a massa.

    Um Grande abraço.

    Ma Salam

    Omar

    ResponderExcluir
  3. O 11 de setembro foi um INSIDE JOB (GOLPE) da pior categoria. E enquanto não colocarmos os verdadeiros culpados na cadeia e os executar, a humanidade não conseguirá dar mais nenhum passa avante.

    Vejam e assinem a petição de www.ae911truth.org.

    O que aconteceu, em inglês é chamado de "False Flag Operation". Traduzindo:"Operação de Bandeira Falsa".

    E hoje já é aberto ao público o fato de que o pretexto de atacar o Vietnam também foi uma "Operação de Bandeira Falsa", que o foi o incidente do Golfo de Tonkin".

    ResponderExcluir