quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

A Paz em Família

Talvez você leitor, tenha em mente que este blog seja apenas para denunciar os erros da sociedade ocidental, já tão degradada pela uzura do capitalismo, pela falta de cultura, pelo preconceito e tudo mais. Porém se devemos coibir o reprovável, também devemos indicar o que de bom haja nela, pois como a bela e alva e perfumada flor de lótus que nasce do fétido lodo, trazendo beleza e alegria aos nossos dias, também em meio a tanta obscuridade, há aqueles que conseguem vislumbrar um futuro - e por que não sermos ousados e dizermos um presente? - de paz entre os povos.

Há algumas semanas o Banco Itaú levou ao ar um belíssimo comercial sobre seu patrocínio à Seleção Brasileira. Nele um menino judeu ao brincar com sua bola, derruba uma saca de grãos de uma família muçulmana que está do outro lado da rua em uma feira. Porém devido a atitude tolerante e amistosa do menino muçulmano em devolver a bola de forma cordial, ocorre a integração entre os judeus e muçulmanos locais, mostrando assim que a essência tanto do Judaísmo é Shalom (paz em hebraico) e do Islam o nosso tão conhecido Salam (Paz em árabe).

Ao contrário do que muitos pensam, nós muçulmanos e judeus somos uma mesma família, descendentes do Profeta Abraão (A.A.S.) por meio dos Profetas Ismael e Isaac(A.A.S.). Sendo assim, os conflitos que ocorrem entre Palestina e Israel são meramente de cunho político, e nós muçulmanos repudiamos apenas ao sistema sionista, não aos judeus ou ao Judaísmo, que que teve origem na revelação de Allah, o Deus Único.

Atitudes como a do Banco Itaú nos deixam muito felizes, pois desta forma percebemos que assim como nós existem outros que aspiram a paz, a harmonia e a concórdia em nossa família, desejando assim que reine enfim no mundo Salam/Shalom.

Nenhum comentário:

Postar um comentário