quarta-feira, 12 de maio de 2010

Inimigos da Paz

Quem olhar a primeira vista, verá no Brasil uma terra em que todas as diferenças se misturam em harmonia e convivem pacificamente, sem preconceitos, sem conflitos entre esses grupos tão heterogêneos. Porém esta é apenas a superfície de algo muito distante da realidade. Infelizmente o Brasil ainda é uma terra jovem que ainda não sabe nesses pouco mais de 500 anos, conviver com o que não lhe for convencional. Estamos atrasados não só em tecnologia. Na mentalidade e em nossa cultura também.
Na verdade o Brasil é uma terra de licenciosidade e altamente preconceituosa, e toda vez que algo é feito para mudar este quadro, ou "a emenda fica pior que o soneto" ou então vem a repressão daqueles que estão satisfeitos com o sistema de impunidade que impera atualmente.

Esta semana fomos informados pela mídia sobre as ameaças de morte recebidas pelo Professor Ivanir dos Santos, que já sofreu um atentado, tendo seu carro alvejado por balas, e que agora o mesmo solicitava proteção policial. Professor Ivanei luta pela defesa dos direitos humanos já há anos, e foi um dos idealizadores e agentes para viabilizar a Comissão de Intolerância religiosa.

Ficamos nos perguntando ao vermos tais notícias, sobre que interesse alguém teria para tentar parar este trabalho. Chegamos a conclusão que durante toda a história, sempre houve os "inimigos da verdade" travestidos de "sacerdotes ou homens de Deus". Assim aconteceu com os Profetas que foram perseguidos, com líderes políticos justos, com cientistas que descobriam algo benéfico para a humanidade, e assim ocorrerá até o dia do Juízo Final. Mas por quê? Simples. Porque enquanto houver gente manipulada por uma "elite", esta mesma elite poderá manter seus privilégios e continuará a ser servida pela massa que jamais questionará seus líderes religiosos e políticos.
O Islam não possui clero, porém respeita as religiões que o têm tal como o Cristianismo e o Judaísmo. Porém há algumas instituições dentro dessas duas classes que se aproveitam de sua estrutura, para com isso tirarem proveito próprio de sua posição. Quem nunca ouviu a frase: "Ah... mas meu pastor não deixa!". Bem,a pergunta é: "Seu líder religioso tem que deixar ou não deixar algo, ou o papel dele é apenas o de conscientizar você do certo e errado, e então sim, você fazer uso do livre arbítrio que foi um direito dado por Deus a você? Atualmente certas igrejas controlam toda a vida do indivíduo, e o mesmo torna-se um escravo psicológico de seus pastores. Obviamente excetua-se aqui instituições sérias como: Igreja Luterana, Batista, Adventista, Metodista. Porém infelizmente as instituições de má fé, que visam apenas o dinheiro de seus "clientes", ou melhor fiéis, vem se proliferando, e são elas as grandes responsáveis por todas essas atrocidades e ataques contra tudo que for diferente.
Infelizmente tem se tornado "normal" ataques no Brasil a candomblecistas, umbandistas, muçulmanos e etc. Mas o que nos anima é saber que a luta constra a intolerância religiosa está ganhando força a cada dia, a ponto da Delegacia Contra a Intolerância Religiosa já receber pelo menos uma denúncia por dia. O fato é que não ficaremos parados frente às injustiças sofridas não só pelos muçulmanos, mas por todo religioso, seja qual for a sua opção espiritual. O Brasil insha'Allah (se Deus quiser) será uma Pátria livre!

2 comentários:

  1. Olha,meu nome é Maykon e cheguei a esse blog procurando dicas de livros sobre a religião dos muçulmanos.Não tenho religião,mas do pouco que li aqui fiquei maravilhado com esse aura de liberdade de todas as expressões.O texto é incrível por evidenciar que todas as religiões no Brasil,sofrem ataques.

    Parabéns por esse blog que diz não ao fanatismo e liberdade de todos.

    ResponderExcluir
  2. Se não bastasse tanta intolerância, o budismo sofreu mais um ataque, e partindo de sionistas no Brasil. O casal Gerson e Teresa Bergher, em fevereiro deste ano, acusaram os propietários de uma loja de produtos orientais de propaganda do nazismo porque estavam expondo um painel com a imagem do Buda adornado com uma suástica. A imagem é reprodução de uma escultura centenária, e a acusação não possui nenhum fundamento. Vejam a notícia no Jornal do Brasil:
    http://jbonline.terra.com.br/pextra/2010/02/12/e12026219.asp

    ResponderExcluir