sábado, 5 de junho de 2010

Caldeirão de Gafes


Ao assistir ao Caldeirão do Huck desta semana, fiquei indignada ao ver o Lar Doce Lar da Família Moura.
Começamos com Luciano Huck dizendo que a família é “maluca”, o que considerei ofensivo, e também com sua infeliz colocação “se Deus quiser e Allah também”, no mínimo ignorante, visto que Allah é a palavra para Deus em árabe (só há um Deus!).
Os “micos” seguem adiante com o cumprimento da Muçulmana Maria ao apresentador, dando beijinhos e abraço, quando mulheres muçulmanas não devem ter contato físico com homens que não sejam de sua família (pai, tios, filhos ou marido).
Luciano pede a filha de Maria que a filme sem o véu, pedido no mínimo indecente, visto que a mulher muçulmana jamais deve ser vista sem seu véu (apenas pelos membros de sua família).
Depois, Maria mostra ao Luciano fotos de quando ela não era muçulmana, fotos que ela não deveria exibir, visto que mostra seus atributos físicos, o que é proibido pelo Islam e não satisfeita com isso, mais tarde ela se permite filmar pela filha sem seu véu (mesmo que de costas ela jamais deveria ter permitido tal coisa!).
A matriarca, Maria, diz ter se tornado muçulmana há dois anos e também que antes de tomar sua decisão estudou sobre o Islam por um ano, mas age como se nada soubesse sobre o Islam e dá péssimos exemplos de conduta para uma mulher muçulmana.
O pior de tudo foi a declaração “em rede nacional” que ela fez “em particular” para o Luciano Huck... Até burrice tem limite!!!... Enfim, ela afirma que buscou o Islam porque está “procurando alguém sincero”, resumindo: Abraçou o Islam para arranjar marido... Que horrível (para não dizer coisa pior)!
O Islam é para quem busca a Deus primeiramente, e para quem quer se entregar à vontade de Deus. Este é o significado de “muçulmano”.
O Islam é um sistema completo de vida, onde buscamos nos aperfeiçoar de acordo com os ensinamentos de Deus.
Aquele que não sabe se posicionar a respeito ou não tem opinião, melhor faz em se calar em vez de abrir a boca para envergonhar o Islam como fez “Dona Maria”.
Mais uma vez a vontade da mídia foi feita, mais uma vez o Islam foi envergonhado em rede nacional... O que mais me entristece é que a “ferramenta da vergonha” se diga muçulmana. Uma lástima!
Quanto ao senhor Luciano Huck, ficou ridículo tentar se engrandecer dizendo o quanto ele era estudado, famoso, viajado, enfim, para estar ali naquela casa humilde, dormindo no chão... Se for para fazer hipocrisia, não faça! Todo mundo sabe que o senhor é rico, famoso, bem estudado, viajado... Não precisa se promover à custa da humildade das pessoas, tentando “tirar casquinha de humilde” também...
O Caldeirão do Huck desta semana foi um Caldeirão de Gafes... Decepcionou!

6 comentários:

  1. Assalam alaikum,
    Também achei horrível,ele quiz e conseguiu humilhar a família e o Islam, por outro lado, se existisse uma digna comunidade muçulmana no Brazil, pessoas com dificuldades financeiras e outras dificuldades, não precisariam ir se humilhar em rede nacional. Ela errou em algumas coisas, mas nossa comunidade é bem mais errante... Não adianta um irmão criticar o outro, todos cometemos erros!

    Manahil

    ResponderExcluir
  2. Alaykum Wassalam, irmão.

    ..."E que seja formada de vós uma comunidade, que convoque ao bem, e ordene o conveniente e coíba o reprovável. E esses são os bem-aventurados."... (Sagrado Alcorão 3:104)

    O Profeta Mohamad(SAAWS) diz: "Quem de vocês ver algo errado que o corrija com as suas mãos, se não puder, então com a sua língua(palavra), se não puder, então com o seu coração(que não o aceite no seu íntimo), e esta é a parte mais fraca da fé"

    Todos nós cometemos erros, mas devemos tentar corrigí-los! Ao nos calarmos, estamos compartilhando do erro e nos tornando igualmente errados, aceitando este erro!

    Se eu estivesse no lugar da irmã, se meu filho tivesse escrito e enfim, eu tivesse tido a mesma oportunidade, também teria aproveitado, mas jamais teria permitido todo aquele "circo", mesmo que isso custasse minha participação no programa e a perda do benefício.

    Luciano Huck cometeu erros que podem ser justificados por sua ignorância, quanto a ela, não podemos dizer o mesmo, visto que ela estudou um ano antes de se tornar muçulmana e há dois anos que ela é muçulmana... Em momento algum ela agradece a Deus ou fala em Deus... No mínimo estranho, não concorda?

    Não sou melhor que a irmã em questão, ninguém é melhor que ninguém e somos todos falhos, mas falhar em rede nacional, denegrindo o Islam, principalmente as mulheres muçulmanas, não tem desculpa... Foi como eu disse no artigo, aquele que não sabe o que dizer que se cale!

    Ela denegriu o Islam, mas principalmente as mulheres muçulmanas que, agora mais do que nunca, serão vista como vulgares, fúteis e "caçadoras de marido"...

    Graças as atitudes dela, meus amigos dirão que não os considero, pois eu não os cumprimento com aperto de mão sequer, que dirá beijos e abraços...Graças a ela, meus familiares, que não são muçulmanos, dirão que sou "bitolada", radical, fanática... Graças a ela, serei apontada nas ruas como uma mulherzinha fútil, caçadora de marido e que só pensa em "insh'Allah muito ouro"...Enfim, lamentável!!!

    Quanto a questão da "nossa comunidade ser errante", sim, estamos muito longe da perfeição... Mas não sei quanto a sua comunidade, irmão. A minha comunidade é bastante presente, unida e somos todos realmente uma grande família!!!

    Na SBMRJ, todos somos integrados e nos ajudamos sim, o que não significa que os irmãos têm que reformar a minha casa, por exemplo! Quanto a sua comunidade eu não sei, mas a minha funciona! Alhamdulillah!

    Todos cometemos erros, mas em rede nacional é demais!

    Allah Ma'ak

    ResponderExcluir
  3. - A LÍNGUA -
    .
    Um nobre senhor mandou um dia o seu criado ao açougue, dizendo-lhe:
    - Traga-me o melhor bocado que lá encontrares.

    Para atender fielmente ao pedido de seu amo, o servo trouxe-lhe uma língua.
    O nobre senhor mandou que as criadas preparassem aquela língua, e assim se
    deliciou com o estranho e apetitoso bocado.

    Dias depois, o senhor chamou novamente o servo e recomendou-lhe:
    - Traga-me agora, do mesmo açougue, o bocado mais desprezível que
    encontrares.

    O criado foi depressa, pensou, e trouxe mais uma língua.

    Tomado de admiração, o seu senhor indagou-lhe:
    - Que significa isso: pedi o melhor bocado e me trouxestes uma língua; depois
    pedi o pior bocado e me trouxestes também uma língua?

    Então o servo, que era sumamente sábio, explicou-lhe:
    - Não me enganei senhor. É isso mesmo: a língua é, ao mesmo tempo, tudo o que
    há de melhor e tudo o que há de pior no mundo. Pode causar os melhores bens
    na boca de uma pessoa boa e pode causar os maiores males na boca de uma
    pessoa má.

    ResponderExcluir
  4. TODOS NÓS CONHECEMOS A FORMA COMO LUCIANO FAZ O SEU PROGRAMA,NAO ASSISTI A ESSE EPISODIO, MAS COMENTO O FATO APOS LER SEU POST, NAO ACHEI NADA DE MAIS O QUE ACONTECEU,TAMBEM SOU MUÇULMANA, NAO USO VEU E CUMPRIMENTOS MEUS AMIGOS DA MESMA FORMA, E VC COMO MUÇULMANA SABE QUE NEM TODAS AS MUÇULMANAS USAM VEUS E AGEM DA FORMA COMO ESTÁ ECRITO NO ALCORÃO,E COM CERTEZA NAO ME SINTO MENOS MUÇULMANA QUE VC, ENFIM, NAO ACREDITO QUE FALANDO MAL OU TENTANDO CORRIGI-LA DO QUE VC ACHA SER CORRETO, VÁ AJUDA-LA, MUITO PELO CONTRARIO,TALVEZ COM SEU COMENTÁRIO VC FAÇA COM QUE ELA REPENSE SE FEZ CERTO MESMO EM MUDAR PARA O ISLÃ,EU NO MEU MODESTO PONTO DE VISTA APENA A ELOGIO POR SUA CORAGEM E DETERMINAÇÃO, SEJA QUAL FOR O MOTIVO QUE A LEVOU PARA O ISLA, ELA ESTA SEGUINDO O SEU CORAÇÃO, E MAIS IMPORTANTE QUE TER MUDADO PARA O ISLÃ,ELA ESTA SEGUINDO UMA RELIGIÃO,E TOMARA MESMO QUE LA CONSIGA TUDO QUE TENHA ALMEJADO DIANTE DA SUA CONVERSÃO

    ResponderExcluir
  5. Salam Alaykum, irmã,

    Não sou "mais" ou "menos" muçulmana que ninguém, não me julgo pior ou melhor que ninguém. Tentar corrigir o que é impróprio não é "idéia minha" e sim "mandamento do Sagrado Alcorão".
    Não escrevi sobre o que "eu acho que é certo" e sim o que o Sagrado Alcorão diz que é!
    O coração do homem nem sempre é bom e nem sempre o conduz ao que é certo, já diz o velho ditado que "de boas intenções o inferno está cheio"!...
    Se você é muçulmana, sabe o que é certo (o que está no Alcorão para ser seguido) e ainda assim não o faz, isto é um problema seu com Deus, pois cada um sabe de si e cada um faz o que quer, mas faz parte sim, de cada muçulmano, alertar aos irmãos quando algo não está de acordo.
    Não tenho intenção de ofender ninguém, apenas de fazer a minha parte da melhor maneira possível.
    SE O MUÇULMANO, QUE TEM O SAGRADO ALCORÃO COMO BASE DE SUA FÉ, AINDA ASSIM NÃO O SEGUE, NÃO O RESPEITA, QUE FÉ É ESTA? QUE MUÇULMANO É ESTE?
    O Islam é um só, não existe "meio termo" ou você segue ou não segue, ou faz certo ou faz errado... Alertar os que estão no erro faz parte dos que "se importam", apoiar os que estão no erro faz parte dos que não ligam nem para si próprios!!!

    ResponderExcluir
  6. A explicação é extremamente simples: Luciano Huck é JUDEU.

    ResponderExcluir