terça-feira, 17 de agosto de 2010

Humilhação Palestina Vai Parar no Facebook

Leitor, não é de hoje que abordamos em nosso blog as humilhações diárias que o governo de Israel tem feito passar os cidadãos palestinos. Esta semana veio a público mais uma de suas crueldades. E diante disso nos perguntamos: Onde está o pessoal dos Direitos Humanos? O fato foi que a soldado do exército israelense Eden Abargil tirou fotos sorrindo diante de prisioneiros palestinos algemados e vendados. Porém não parou por aí, as postou no site de relacionamentos Facebook e colocou como legenda da foto: "O Exército, melhor época da minha vida". Dentre os comentários de seus amigos estão frases como: "Aqui, aparece como a mais sexy". Já num ato claro de zombaria a própria Abargil pergunta se o prisioneiro teria facebook para poder enviar-lhe a foto. Em pouco tempo as fotos viraram febre na internet e foram parar em diversos sites e blogs, inclusive no A Nova Cruzada; e a militar mudou o acesso a suas fotos apenas para amigos.
Como sempre o exército de Israel disse que investigará o ocorrido e que Eden já foi afastada do serviço militar. E declarou que esta foi uma atitude vergonhosa. Você acredita leitor que realmente não tenha as mãos do governo israelense por trás disso para humilhar os palestinos?
De acordo com o governo palestino "as fotos mostram a mentalidade da soldado, que se orgulha de humilhar os outros". No comunicado do governo ainda encontramos:
"Nada no mundo pode justificar esta humilhação que faz parte do cotidiano das práticas de ocupação Israelense. A Ocupação é injusta, imoral e, como mostrado nessas imagens, moralmente degenerada".
Já Menuhin Yshai, diretor do Comitê Público Contra a Tortura alegou: "essas fotos refletem a norma dos soldados israelenses estacionados em postos de controle e de seu tratamento de prisioneiros palestinos. O comportamento da soldado é um produto da cultura popular no Exército Israelense que não considera os palestinos como seres humanos com direitos".
O mais importante para frisar é que isso é o mínimo que ocorre todos os dias dentre estupros de palestinas na frente de seus maridos e filhos, morte de crianças e civis inocentes. Tudo isso em nome de uma podre sede de poder alimentada pelo governo sionista de Israel.
Se a Palestina, a quem o governo sionista chama de Israel é uma terra abençoada, malditos são aqueles que oprimem um povo em nome de poder e dinheiro.

2 comentários:

  1. E AS HUMILHAÇÕES QUE OS MUÇULMANOS FAZEM COM SUAS MULHERES, NÃO CONTA, NÃO?
    QUEM COM FERRO FERE, COM ESTE SERÁ FERIDO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salam Alaykum!

      A indignação aqui postada não foi pelo fato de uma mulher ter humilhado homens e sim pelo fato de uma militar estar humilhando civis inocentes!

      Quais as humilhações que "os muçulmanos" fazem com suas mulheres?... Sei das humilhações que vários homens (muçulmanos, judeus, cristãos, espíritas, ateus, etc...) impõem sobre suas mulheres todos os dias, independente de suas religiões!

      SE ALGUM MUÇULMANO MALTRATA UMA MULHER, ESTE ESTÁ SENDO INCOERENTE COM O ISLAM! Assim como creio que se aplique aos das demais religiões que também deveriam ser coerentes com os ensinamentos daquilo que seguem!...

      Abu Huraira narra que o Profeta (SAW) disse: " O mais perfeito dentre os crentes é o que é melhor na conduta, e o melhor dentre vós é o que é melhor para com a sua mulher".

      Ibn Majah relatou que o Profeta (SAW) disse: " Os que batem nas suas mulheres não são boas pessoas". E disse que o Profeta nunca bateu em nenhuma das suas esposas.

      "O Brasil lidera o ranking mundial de violência contra a mulher. De acordo com uma pesquisa feita pela Sociedade de Vitimologia Internacional, chega a 25% o número de mulheres no país que sofrem violência e 70% das mulheres assassinadas foram vítimas dos próprios maridos. Os dados revelam também que, em média, a mulher só denuncia a violência depois da décima agressão. O assunto foi discutido em audiência pública na Assembléia Legislativa do Rio.
      (http://amaivos.uol.com.br/amaivos09/noticia/noticia.asp?cod_noticia=5856&cod_canal=38)"

      A maioria dos homens brasileiros não são muçulmanos, explique então como o Brasil lidera o ranking das pesquisas sobre violência contra a mulher?... Isso NADA TEM HAVER COM RELIGIÃO!...

      Ma Salam.

      Excluir