terça-feira, 17 de agosto de 2010

Israel: Muçulmanos Fora! Vivos e Mortos

Na semana passada por ordem da Prefeitura de Jerusalém, com a conivência do Estado Terrorista e Sionista de Israel escavadeiras israelenses invandiram um cemitério islâmico, o mais antigo da cidade, que havia sido fundado no século XII, e que teve suas mais de 200 sepulturas restauradas recentemente.
Mesmo com a tentativa de intervenção de diversas pessoas diante de um tribunal de Israel, as ações de destruição do cemitério continuaram.
Obviamente o porta-voz da Prefeitura de Jerusalém não foi encontrado para dar maiores explicações. Porém um porta-voz da Polícia Israelense imagine o que disse: Investigará o fato!
Nos perguntamos se Israel ainda não percebeu que esta frase já virou bordão para seus atos bárbaros e que já está mais que "batida".
Os promotores Israelenses alegam porém que o terreno servia de estacionamento. Ora, alguém já viu algum estacionamento com lápides? Seriam para marcar as vagas?
O que vemos é que as crueldades de Israel não têm mais limites. Além de expulsarem os palestinos de suas casas, agoram querem também expulsá-los de seus túmulos. E ainda acreditam quando Israel ou Estados Unidos acusam aos muçulmanos de terrorismo. Como então se chamar tais atos irracionais e cruéis?

Nenhum comentário:

Postar um comentário