sábado, 7 de agosto de 2010

Valorize o Seu Pai Diariamente

Na cultura ocidental de uma forma geral é separado anualmente um dia para homenagearmos os pais. No Brasil particularmente foi escolhido o segundo domingo do mês de agosto para tal fim. Mas por que isso? Teria haver com o reconhecimento do quanto os nossos pais são importantes para cada um de nós? Não, a resposta é bem menos poética: comércio.

Pare para pensar em quanto o comércio brasileiro arrecada neste período. Se você ainda notou, visite shoppings, e locais de comércio popular tais como o SAARA no Rio de Janeiro ou a 25 de Março em São Paulo. Verá que mal conseguimos andar nestes locais, pois todos estão no afã consumista para presentear seus pais.
É comum ainda na cultura ocidental adolescentes e jovens no geral tomar o pai como um simples colega a quem pode responder ou discutir de igual para igual.

Bem, no Islam isso é completamente diferente. Um muçulmano jamais deverá levantar a voz para o seu pai. Além disso deve honrá-lo logo após a honra concedida à sua mãe, que neste caso ocupa um patamar superior ao do pai. Encontramos em um hadice (dito) relatado por Abu Huraira (R.A.): "Um homem foi ter com o Profeta (S.A.A.S.) e lhe perguntou: 'Ó Mensageiro de Deus quem é a melhor pessoa a quem devo oferecer a minha amizade?' Ele respondeu: 'A tua mãe'. O homem perguntou novamente: 'E quem mais?' Ele respondeu: 'A tua mãe'. 'E depois dela?' Ele perguntou. O Profeta (S.A.A.S.) respondeu: 'A tua mãe'. 'E depois dela?', ele perguntou, novamente. O Profeta (S.A.A.S.) respondeu: 'O teu pai".

Além disso o bom tratamento com os pais é um dever do muçulmano que vem logo após a obrigatoriedade da oração.

"Abdullah Ibn Massud (R.A.) relatou que perguntou ao Profeta (S.A.A.S.): 'Qual é o mais favorito ato perante Deus?' Respondeu: 'A prática da oração em seu devido tempo.' Perguntou novamente: 'Que vem depois?' Muhammad (S.A.A.S.) respondeu: 'O bom tratamento aos pais'".

Além disso o Profeta (S.A.A.S.) também disse certa vez de acordo com outro relato de Abu Huraira (R.A.): "Que o seu nariz seja esfregado na areia, que seu nariz seja esfregado na areia, que seu nariz seja esfregado na areia, isto é, que seja himilhado, aquele que vê os pais atingirem avançada idade e não consegue entrar no paraíso ( por não servi-los)".

Também no mundo islâmico, diferente da cultura pregada pelo Oidente, raramente veremos um asilo para idosos, pois o jihad (esforço) para cuidar dos pais no momento mais difícil de suas vidas é considerado uma honra, uma benção e uma oportunidade para um grande crescimento espiritual. Sobre isso Allah diz no Sagrado Alcorão: "Teu Senhor ordenou que não adoreis a ninguém exceto Ele, e ordenou benevolência para com os pais. Se um deles ou ambos alcançar a velhice , não lhes digas uma palavra de desrespeito nem os maltrates, mas sim palavras generosas. E sejais humildes com eles na misericórdia e digas, 'Meu Senhor, tem misericórdia deles, porque eles cuidaram de mim quando eu era pequeno". (Sagrado Alcorão - 17:23-24).

Em outro dito do Profeta Muhammad (S.A.A.S.) encontramos: "Abu Huraira (R.A.) relatou que o Mensageiro de Deus (S.A.A.S.) disse: 'Um filho nunca poderá compensar a seu pai, a não ser que este se encontre escravizado, e o compre e lhe dê a liberdade'".
Para o muçulmano o dia dos pais não é uma teoria a ser lembrada é uma experiência para ser vivida diariamente durante todo o tempo.
Gostaria desde então de compartilhar com você leitor um vídeo que embora não possua legenda, é perfeitamente compreensível pelas imagens para quem não sabe o árabe. Dedico esta matéria a todos os pais, muçulmanos ou não muçulmanos, e em especial ao meu pai.
Gostaria também de encerrar com uma reflexão: Quão pouco valor damos aos nosso pais, e só então depois da morte nos damos conta do quão importante foram em nossas vidas, mesmo que tenham sido ausentes, pois sem ele não estaríamos neste mundo, e Allah nos deu obviamente os pais que merecemos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário