segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Jesus é Realmente o Filho Unigênito de Deus?

Recebemos esta semana um comentário de uma leitora de nosso blog a respeito da matéria intitulada "Quem é Jesus Para os Muçulmanos" . Em seu comentário a mesma indica que leiamos a seguinte passagem Bíblica, a qual retiramos da Bíblia de Jerusalém, da Editora Paulus: "Pois Deus amou tanto o mundo que entregou o seu FILHO ÚNICO, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna". (Jo.3:16). Mas, para que não haja nenhum problema por parte dos amigos protestantes, por termos tirado este excerto de uma Bíblia Católica, colocamos a seguir o mesmo trecho da Vulgata, que no Brasil é traduzida por João Ferreira de Almeida e utilizada amplamente nas diversas denominações evangélicas: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu FILHO UNIGÊNITO, para que todo aquele que nele crê não pereça mas tenha a vida eterna". (Jo. 3:16).
Se analisarmos o termo em destaque veremos: Filho único, ou Filho unigênito. Mas o que quer dizer unigênito? No Superdicionário de Língua Portuguesa, da Editora Globo, encontramos: "adj. Único gerado; filho único, Jesus Cristo. (do latim: unigenitu)". Logo então veremos que de acordo com a visão cristã, Jesus é o filho único de Deus. Porém se perguntarmos a qualquer cristão o que ele considera ser de Deus, ele dirá: "filho". E voilá! A Complexidade começa: Se Jesus é o filho único de Deus, como todo cristão pode ser filho também? Ora, alguém conhece um filho único que tenha irmãos? Mas se nos apegarmos apenas a Bíblia a questão se complica cada vez mais, pois encontramos: "Quando os homens começaram a ser numerosos sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas, OS FILHOS DE DEUS viram que as filhas dos homens eram belas e tomaram como mulheres todas as que lhes agradaram"  (Gn.6:1-2). E também: "Todos os que são conduzidos pelo Espírito de Deus são FILHOS DE DEUS". (Rm.8:14).
Ora, para alguém que tenha um filho único, já são duas citações falando sobre outros filhos. Logo será mesmo que Jesus é o Filho Unigênito de Deus? Pense? Afinal a razão foi um presente divino que Deus lhe concedeu para utilizar. Caro amigo cristão, investigue, leia mais atentamente o seu próprio livro sagrado.

4 comentários:

  1. Assalamu alaleikum

    querido irmão ótimo blog quem vem para desmistificar o preconceito das pessoas quanto ao islam e seus seguidores que Allah(swt)continue iluminando este maravilhoso trabalho.

    ResponderExcluir
  2. Eu sou cristã católica e acho muito bonita as mulheres islamicas, a maneira que todos são fiéis a Deus e a moral e bons costumes, muita gente pensa que católico vai na missa domingo e pronto, "usando" Deus como caixa-eletrônico o que não é verdade, católicos fiéis não são assim!!

    Eu acredito no amor e na fé que os irmãos do islam professam, parabéns pelo bog!!!

    Fique com Deus, paz e bem.

    ResponderExcluir
  3. Se o amigo reparou, a sua reposta está nas entrelinhas de vosso artigo. Se procurares em uma bíblia eletrônica a palavra filho de Deus, verás que há muita diferença quando o termo é aplicado a Jesus.

    Na nova, e última, aliança os eleitos têm o status de filho de Deus. Isso não quer dizer que eles estão em pé de igualdade com Jesus-o próprio Deus encarnado.

    Realmente ele é o filho, único, unigênito de Deus. Nós cristãos herdamos a adoção do pai.

    ResponderExcluir
  4. Salam Aleikum
    Caro Hikaru

    Se então nós seres humanos somos filhos "adotivos" de Deus, quem foi o tabelião que lavrou o ato de adoção?
    Jesus mesmo se intitulava "O Filho do Homem", ou seja, filho do gênero humano.

    Ma Salam

    ResponderExcluir