terça-feira, 29 de março de 2011

Choque Cultural, Choque de Intolerância ou Ignorância mesmo?


Foi ao ar, no dia 22 de março, terça-feira passada, no programa da Hebe, agora na Rede TV, um quadro chamado "Choque Cultural".

A proposta do quadro era mostrar as diferenças culturais entre uma jovem descendente de paquistaneses, muçulmana, que nasceu e mora em Dubai, chamada Zeba e uma jovem carioca, católica, que mora no Rio de Janeiro, chamada Michele.

Fiquei espantada em ver que o quadro realmente parecia que ia seguir seu propósito original, mas em sua seqüência, exibida em 29 de março, pude constatar que, mais uma vez, tudo não passou de mais uma oportunidade de degradar o Islam e expôr seus valores como retrógrados e opressores.
Lulu Santos começou bem, expondo conhecimento e uma suposta tolerância a culturas diferentes, mas logo desmoronou na vulgaridade, insinuando que os valores morais da mãe de Zeba tinham por origem sua "abstinência sexual", dando espaço para Hebe
e Michele derramarem suas ignorâncias, ou seriam arrogâncias mesmo? Enfim, o "pano caiu", dando lugar à grosseiria!

Gostaria de expôr o significado de "tolerar", que é "ser indulgente", ou seja, "pronto a perdoar".
Gostaria de dar um exemplo: Muçulmanos não podem comer porco. Seriam intolerantes se eles o proibissem de comer porco também, o que não fazem, pois são tolerantes. O que não significa que se sentarão a mesa com você para comer carne de porco só para serem "sociáveis".
As comidas são diferentes, as roupas, os hábitos, os valores morais, culturais, religiosos, enfim, tudo é bem diferente; o que não faz de Zeba uma "coitadinha". A moça é muito inteligente, simpática, ponderada, e sua personalidade fala por si, não precisando mencionar ou expôr seus atributos físicos.
O quadro "Choque Cultural" acabou sendo, no final, um "choque elétrico", ou seja, coisa de doido! Principalmente para quem se questiona tanto "como uma moça como Zeba pode viver seguindo estes padrões de vida, morando no Brasil?"
ACORDA POVO!!!
O Islam é a religião com o maior número de adeptos em todo o mundo! Chegamos a atingir um quarto de toda a população mundial!... Existem moças como Zeba em todos os lugares do mundo, inclusive no Rio de Janeiro!
Choque Cultural ou Falta de Cultura?
Ignorância ou Intolerância?...
Que decepção, Hebe!

terça-feira, 22 de março de 2011

Obama, Por Que Não Te Calas?

Não, não. Não estamos enganados. Sabemos que esta frase foi dita em espanhol pelo rei da Espanha ao ditador Venezuelano Hugo Chaves. Mas ela bem poderia ser aplicada ao presidente americano Barack Obama, que esteve no Brasil neste último final de semana, e que reuniu um esquema de segurança até mesmo maior que o do Papa.
Com sua mania de perseguição Obama trocou horários, cancelou locais e compromissos e etc. Coisa de quem sabe que não é mais tão popular assim. Exemplo claro disso foi o alarde sobre o discurso que o presidente norte americano faria na Cinelândia, Uma espécie de grande praça no Centro do Rio de Janeiro que serviu par diversas manifestações políticas populares. Este seria o seu "discurso ao povo", Mas de repente esse "povo" ficou reduzido a uma minoria de 2.000 pessoas convidadas por autoridades como o Governador do estado e o Prefeito da cidade do Rio. E qual a desculpa para esta mudança? Segurança...
E enquanto Obama passava pelas ruas, ambos os sentidos eram fechados, o que não se fez sequer quando Lula, o presidente do Brasil passou por algum lugar. E Ah! Quem pode esquecer da fragata da Marinha parada no mar em frente ao Hotel Marriott para manter a segurança do paranóico Obama? O que seria feito se alguém o atacasse? A fragata atiraria em direção ao hotel com seus canhões?
No discurso do Teatro Municipal Obama falou de estreitar os vínculos entre Brasil e E.U.A., e para criar um ar de identificação com o país, citou uma infinidade de pontos pesquisados obviamente por seus assessores, como por exemplo a música de Jorge Ben Jor e o escritor Paulo Coelho, membro da Academia Brasileira de Letras. Tal discurso nos remeteu aquele feito por Barack Obama feito para os muçulmanos na Universidade do Cairo em que nada foi cumprido. Afinal quem não se recorda de nossa matéria escrita aqui neste blog: "Nobel da Paz Envia 30.000 soldados Para a Guerra"?
Nesta aproximação do Brasil com os E.U.A. proposta por Obama, será que está contida a abertura das fronteiras americanas para que os brasileiros entrem livremente em seu país assim como os americanos entram no nosso? Obviamente que não. Mas isso é só um detalhe. Como é um detalhe o fato de no momento em que Obama estava discursando, caças americanos bombardeavam a Líbia matando civis inocentes como mulheres e crianças, ao invés do ditador Muamar Kadafi. E ele ainda fala em democracia.
Ficamos nos perguntando porque ele não falou de Guantânamo, Iraque, Afeganistão, Líbia e do comandante do exército americano que apenas pediu desculpas por seus subordinados ter matado afegãos por pura diversão.
E a Cidade de Deus, no Rio de Janeiro que parece que foi esquecida pelos homens, em especial o Prefeito e o Governador? As ruas foram limpas e calçadas pintadas, áreas de lazer reformadas apenas porque o Sr. Obama vinha visitá-la. Mas e os seus moradores, que pagam impostos caríssimos diariamente para ter uma qualidade de vida melhor, não têm direito a local digno para morar?
É... depois de tudo isso o tão carismático, mas não menos farsante presidente Barack Obama ainda diz que somos exemplo de democracia. Talvez porque concorde com a política sanguessuga do Brasil, afinal, o que ele faz de diferente?
Sinceramente leitor, nos falta estômago para tanta hipocrisia. E o E.U.A. é o modelo de país proposto a nós? Não, muito obrigado.


sábado, 12 de março de 2011

Quem é o Cabeça da Igreja?

Papa Bento XVI usando a Mitra em sua cabeça.
Qual cristão católico, não está habituado a ver em missas especiais seus bispos e o mesmo o Papa utilizando a mitra?
A mitra é peça litúrgica e insígnia prelatícia de abades, bispos, arcebispos e cardeais das igrejas: católica, ortodoxa e anglicana. Mas o que ela representa? É de fato um símbolo cristão? Obviamente que a igreja e seus membros dirão que sim. Porém um olhar mais atento não  mostrará a mesma coisa. Vejamos porque:
Paulo de Tarso, tido como apóstolo por todos os cristãos afirmou: "Quero, entretanto, que saibais ser Cristo o cabeça de todo homem, e o homem, o cabeça da mulher, e Deus, o cabeça de Cristo". (1Cor.11:3). E disse também: "Porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo salvador do corpo". (Ef.5:23).
Notemos que segundo Paulo, "Cristo é o cabeça da igreja". E quem são os representantes da Igreja? Os Cardeais, Bispos e óbvio no caso da Igreja Católica Romana, o Papa. Porém de acordo com a enciclopédia virtual Wikipédia, vejamos o que ocorria durante a iniciação dos adoradores de Mitra: "O ritual de iniciação na religião mitraica consistia em levar o neófito até o altar de Mitra, amarrado e vendado, onde o sacerdote oferecia a ele a Coroa do Mundo, colocando-a sobre sua cabeça. O neófito deveria recusar a coroa e responder: 'Mitra é minha única coroa'".
Ora, se o Papa, Cardeais e Bispos representam a igreja, quem está sobre a "igreja" sendo seu cabeça? Cristo? Não, Mitra, o deus sol pagão, que foi substituído pela figura de Jesus (A.S.). Desta forma cada vez mais era fortalecido o laço entre a idolatria politeísta e o monoteísmo ensinado por Jesus (A.S.), que vinha ficando cada vez mais amorfo.
  

segunda-feira, 7 de março de 2011

Algumas Verdades Sobre o Carnaval

Esta semana tivemos acesso a um vídeo sobre o Carnaval. Nele Rachel Sheherazade fala verdades que muitos não ousaram dizer. Como concordamos com ela em gênero, número e grau postamos abaixo para compartilhar com você leitor.

domingo, 6 de março de 2011

Não Veja!

Não é de hoje que nós muçulmanos conhecemos a parcialidade da revista Veja e a sua tendência a estar sempre do lado do poder e a apoiar o Sionismo. Mesmo não importando as atrocidades que estes cometam ou as bestialidades que falem.
Esta semana estava lendo a matéria na referida revista, de edição nº 2207. A matéria trazia o título "O Xodó da Esquerda Ocidental". Nela, o caro colega de profissão Duda Teixeira parece "ficar em cima do muro", ora a favor de Muamar Kadafi e contra os E.U.A., ora a favor dos países ocidentais e contra a tirania do ditador líbio. Em sua matéria ainda encontramos pérolas como as seguintes frases:

"O sentimento anti-Ocidente e, principalmente, antiamericano é endêmico no mundo árabe"

"... Israel, a única democracia da região".

Duda Teixeira
Ora, quanto a primeira, será que esta endemia não se deve a reação da endemia de sede de poder dos E.U.A. e ao terror obsessivo provocado por Israel ao povo palestino?
Quanto a segunda, como podemos chamar um país que desrespeita acordos feitos com a ONU, que invade um outro país a custa da morte de seus nativos, que expulsa seus moradores e viola os direitos humanos? Democrático?
Para piorar o conteúdo da matéria, Duda faz a seguinte comparação entre um Estado Islâmico e um Estado Secular:

Estado Islâmico
Fontes que influenciam

  1. Ascendência política de grupos ou líderes fundamentalistas;
  2. Aceitação da Sharia pela população;
  3. Exportação de terroristas islâmicos.

Estado Secular
Fontes que influenciam

  1. Existência de partidos seculares;
  2. Credibilidade das forças armadas
  3. População mais instruída.
Passemos agora a analisar ponto a ponto de cada um dos dois tipos de Estados. Comecemos com o Islâmico:

 - Ascendência de grupos e líderes fundamentalistas
Se levarmos em consideração que fundamentalista é tudo aquilo que possui fundamento, se supõe que o normal e que todo grupo ou líder seja "fundamentalista". O grande problema é que na atualidade esta palavra vem sendo utilizada de forma tendenciosa e distorcida, assim como teimam em traduzir Jihad como "Guerra Santa". Sendo este um termo completamente cristão e utilizado nas cruzadas. Na verdade a palavra Jihad significa simplesmente "Esforço".

 - Aceitação da Sharia pela população
Muçulmanos oram na rua
Sharia é traduzido em linhas gerais por nós muçulmanos como "Jurisprudência Islâmica". Ela está baseada, ou fundamentada: no Sagrado Alcorão, na Sunna (Tradição) do Profeta Muhammad (S.A.S.) e no Consenso dos Sábios aplicado sobre as duas fontes citadas anteriormente.
Se formos um pouco mais detalhistas  veremos que o próprio colega diz que a Sharia deve ser aceita pela população. Ora, se a população tem que aceitar viver regida pela Sharia, não seria isso a verdadeira democracia? Bem diferente dos países ocidentais pseudo-democratas, que se intitulam defensores da livre escolha, mas impõem uma série de fardos ao seu povo. 
Veja por exemplo o Brasil, um país dito democrático onde o voto é obrigatório, servir as forças armadas é obrigatório, e onde os impostos pagos pelos cidadãos são altamente opressores, a ponto de certa vez um jornalista americano afirmar que se um norte-americano tivesse que pagar tantas taxas assim em seu país como os brasileiros, morreriam de fome.

 - Exportação do terrorismo islâmico
Costumo dizer que terrorista não possui religião. Se tivesse não agiria contrário a ela. Por isso mesmo, tanto eu como os rabinos (sacerdotes judeus) em nosso página de vídeos sob o título "Sionismo" afirmamos que Sionismo não é Judaísmo. Da mesma forma Terrorismo não é Islam, nem vice e versa.
Allah diz no Sagrado Alcorão que aquele que matar um único ser humano senão por legítima defesa, é como se tivesse matado toda a humanidade.
Pra finalizar este ponto, podemos dizer que não é necessário que se exporte terroristas para o Ocidente. Já temos Israel, os E.U.A. e seus comparsas como a França de Sarkozy. O que mais é preciso para acabar com a humanidade?

Agora abordemos o que para Duda Teixeira parece ser uma vantagem nos Estados Seculares:

 - Existência de Partidos Seculares
Em praticamente todos os países que possui diversidade de partidos políticos seculares a corrupção é patente. Pense... se a pluralidade partidária fosse boa, o Brasil seria a Terra Prometida. No entanto a corrupção de nossos políticos ultrapassa os limites toleráveis.

 - Credibilidade das forças armadas
Soldado Israelense humilhando presos palestinos.
Leia a matéria sobre esta foto aqui
Israel, citado por Duda como a única democracia do Oriente Médio possui um exército conhecido mundialmente por sua truculência, assim como o exército americano, que possui uma longa folha de registro com seus abusos contra por exemplo seus prisioneiros no Iraque, Afeganistão e etc.
Basta lembrar também que enquanto os ocidentais torturavam seus prisioneiros de guerra, os muçulmanos o deixavam livres dentro de suas aldeias, apenas sem poder sair delas, e só estariam livres após ensinarem a 10 cidadãos muçulmanos a ler e escrever. Isso é óbvio, se os próprios prisioneiros soubessem. Senão eram liberados sem que nenhuma tortura fosse praticada.

 - População mais instruída
Ah... a saudosa Andaluzía... terra de tantos sábios muçulmanos das mais diferentes áreas. Quem ainda não conhece a mesquita Alhambra, o palácio monumental Real Alcázar em Sevilha? Aqueles que desconhecem sábios como Al Biruni, Al Farabi e outros. Também não teriam uma idéia tão limitada dos muçulmanos, povo criador da Álgebra e que se tornou destaque nas Artes, Literatura, Arquitetura, Astronomia e tantas outras áreas. Aqueles que desconhecem estes fatos, indico o livro "A Contribuição Islâmica Para a Civilização Humana" que pode ser baixado grátis aqui.

Depois de analisarmos cada ponto desses, será que podemos continuar a crer na qualidade da revista Veja? Por isso chegamos ao título desta matéria: "NÃO Veja!".
Em contrapartida recomendamos aos nossos leitores uma revista de qualidade, que até então tem se mostrado realmente comprometida com a verdade e sendo realmente imparcial. Trata-se da Carta Capital. Pense mais, Veja nada, aprenda muito.

quinta-feira, 3 de março de 2011

Brasil, o País da "Curtura"

No ano de 2009 postamos neste blog a matéria intitulada "Educação e Cultura? É Nóis Mané!". Nela abordamos o fato do funk ter sido reconhecido como cultura pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, e Rômulo Costa, proprietário da Furacão 2000, uma grande produtora de funk ter sido nomeado secretário de educação da cidade de Belford-Roxo - RJ.
De 2009 para cá a coisa só vem piorando a passos largos, e a cultura de nosso país vem diminuindo cada vez mais. A TV basicamente se resume a apresentar reality shows como Big Brother Brasil e A Fazenda, que dá audiência, mas nada mais tem a exibir que as vulgaridades mais torpes.
Deputado Tiririca
Se tudo isso não bastasse, Tiririca, o deputado federal mais votado do Brasil, que é semi-analfabeto, foi escolhido para integrar a Comissão de Cultura e Educação da Câmara de Deputados. De fato isso nos mostra que a divisa de nossa bandeira nacional brasileira está no antônimo.
Será que estamos entrando em uma nova ditadura? Pois por simplesmente discordar da Ministra da Cultura, que diga-se de passagem, não se manifestou contra o grande corte orçamentário em sua área de atuação, o sociólogo Emir Sader que seria nomeado como responsável pela Fundação Casa de Rui Barbosa no Rio de Janeiro, foi demitido com o aval da President"A" Dilma Rousseff, que está mais interessada em enaltecer o feminismo que ser uma "presidente" justa e imparcial.
Óbvio, não é interessante para os governantes do Brasil ter um povo culto e educado, afinal desta forma não poderiam usá-lo como marionete, e seriam chamados ao trabalho de fato e a serem honestos, e não poderiam prestigiar pessoas comprovadamente corruptas como os mensaleiros investigados: Paulo Maluf, Eduardo Azeredo e Valdemar Costa para cuidarem da reforma política que vai decidir as novas regras eleitorais e temas como financiamento de campanhas.
Após tudo isso a Presidente Dilma Rousseff ainda quer ser conhecida como "defensora dos Direitos Humanos" no mundo. Será que ela considera o seu povo como humano?Depois dela ter acusado a lei iraniana de ser cruel e retrógrada, como poderíamos chamar a lei brasileira?...
Lembre-se leitor, você está participando e assistindo um momento histórico em nosso país. O processo de "emburrecimento" e alienação do povo brasileiro. Cabe a você decidir se quer participar ativamente contra ou a favor do fluxo, ou se prefere tomar uma atitude passiva como espectador e esperar a derrocada de nossa cultura e educação. A decisão e a responsabilidade acima de tudo é totalmente sua. Pense nisso...