quinta-feira, 21 de abril de 2011

A "Semana Santa" Numa Perspectiva Islâmica

Esta semana os cristãos de todo o mundo e das mais diferentes denominações celebram a última ceia de Jesus (A.S.), a sua prisão, morte e ressurreição. E esta é tida pelos mesmos como o período mais sagrado de todo o Cristianismo; pois para os cristãos Jesus (A.S.) veio ao mundo para nos libertar do pecado dando como preço do resgate a sua própria vida. Além disso segundo crêem foi o único ser humano que ressuscitou e nunca mais voltou a morrer.
Estes são os pontos básicos independete da denominação. Porém surgem com o deccorer da história certas contradições doutrinárias que torna o Cristianismo não num credo unificado, mas numa pluralidade de crenças muitas vezes irreconciliáveis. Por exemplo: para católicos e protestantes Jesus (A.S.) é o próprio Deus Supremo encarnado. Ou seja, é o Pai encarnado (do latim: in carnare: tornar-se carne, ou ainda entrar na carne) no Filho, que por algum motivo se examinarmos as escrituras, não tem consciência disso. Para Testemunhas de Jeová que ao contrário do que muitos segmentos da cristandade pensam, é o mais próximo ao cristianismo primitivo, Jesus (A.S.) não é Deus, e sequer faz parte de uma trindade, que na verdade inexiste, mas é tido como filho de Deus; não metaforicamente falando.
Para nós muçulmanos esta semana não traz qualquer significado espiritual especial, pois não cremos em sua morte e por conseqüência em sua ressurreição, uma vez que só ressuscita, ou volta a vida aquele que morreu.
Sobre isso o Sagrado Alcorão diz: "E por dizerem: 'Matamos o Messias, Jesus, filho de Maria, o Apóstolo de Deus' - Não o mataram ou crucificaram, apenas isso lhes foi simulado. E aqueles que discordam quanto isso, estão na dúvida, pois não possuem conhecimento algum, e apenas fazem conjecturas. Porém, o fato é que não o mataram; outrossim, Deus elevou-o até Ele, o Poderoso, o Sábio". (4:157-158).
Se analisarmos biblicamente veremos que o Profeta Jesus (A.S.) jamais poderia mesmo que quisesse, pagar por nossos pecados, pois a Bíblia que segundo a crença judaica e cristã é a Palavra de Deus intacta e imaculada diz: "Sim, a pessoa que peca é a que morre! O filho não sofre o castigo da iniquidade do pai, como o pai não sofre o castigo da iniquidade do filho: a justiça do justo será imputada a ele, exatamente como a impiedade do ímpio será imputada a ele". (Ez.18:20). Logo, cada um de nós pagará pelo seu próprio pecado. Não somos responsáveis como alegam pelo suposto pecado de Adão (A.S.) e Eva (R.A.),  assim como Jesus (A.S.) não morreu, e ainda que tivesse morrido, todo o seu sofrimento seria inútil, pois não apagaria os pecados da humanidade. Tanto é, que até hoje, se questionarmos a qualquer cristão sensato este sinceramente dirá que é pecador. Como então seria se Jesus (A.S.) hipoteticamente já o resgatou a custa de seu sangue?
Alguns dirão que só com a morte de Jesus (A.S.) na cruz é que o homem passou a ter acesso ao perdão de Deus após seu arrependimento. No entanto, mais uma vez isso também não é verdade, pois na continuação da passagem bíblica acima lemos: "Mas quanto ao ímpio, se ele se converter de todos os pecados que cometeu e passar a guardar os meus estatutos e a praticar o direito e a justiça, certamente viverá: ele não morrerá. Nenhum dos crimes que praticou será lembrado. Viverá como resultado da justiça que passou a praticar. (Ez.21-22). Lembre-se que isso foi escrito antes de Cristo.
Porém baseado na culpa pela morte de Cristo a Igreja manipulou durante 2.000 seus adeptos para que através dos serviço a ela e das confissões aos seu clérigos ela mantivesse o controle total sobre eles.
Quanto ao episódio de sua crucificação, vemos mais uma vez diversas controvérsias. Dentre elas podemos citar apenas uma para ilustrar. Vejamos:

1 - O que deram de beber a Jesus (A.S.) quando este estava na cruz?


Vinho misturado com fel? (Mt.27:34)
Definição de Fel segundo o dicionário: Líquido muito amargo, segregado pelo fígado do homem e de alguns animais, bílis.
Vinho com mirra? (Mc.15:23)
Definição de Mirra segundo o dicionário: Planta da família das burseráceas; resina extraída dessa planta.
Vinagre? (Lc.23:36)
Definição de Vinagre segundo o dicionário: Líquido resultante da fermentação ácida do vinho e que se emprega como condimento.


Se colocamos as definições do dicionário foi apenas para que não restasse dúvida de que as substâncias de fato são completamente diferentes. E se o fato é verídico, qual delas foi dada a Jesus (A.S.)? Se dissermos que todas as três, então estaremos criando um quinto evangelho.
Mihrab da Mesquita de Damasco
onde o Profeta Jesus (A.S.) voltará.
Talvez você possa se espantar e perguntar: Mas como não houve a crucificação se historiadores a relataram? Na verdade sim, houve uma crucificação, mas de alguém muito semelhante a Jesus (A.S.), e não dele próprio. Além do mais Deus não precisaria sacrificar quem quer que fosse para perdoar os pecados da humanidade, basta apenas que queira e isto é feito, pois Ele é onipotente.
Sobre isso indicamos o filme sobre o tema que já postamos e que pode ser acessado aqui.
Nós muçulmanos cremos que Jesus (A.S.) não morreu, mas após a ceia de despedida foi arrebatado, assim como ocorreu com os profetas Henoch (A.S.) (Gn.5:24) e Elias (A.S.) (2Rs.2:9-13).
Porém uma coisa nós muçulmanos temos em comum com os cristãos: Aguardamos a vinda de Jesus (A.S.). E esse é um dos grandes sinais do Dia do Juízo Final, como pode ser visto aqui.
Seja como for, Jesus (A.S.) não morreu nem por nós e nem por ti, mas é um dos grandes Profetas que Deus enviou e ao qual como muçulmanos respeitamos como: Servo de Deus, Profeta de Deus, Mensageiro de Deus, Verbo de Deus e o Messias. Ou seja, seguimos os ensinamentos de Jesus (A.S.): somos muçulmanos, somos submissos a Deus.

6 comentários:

  1. Assalamo aleikom irmão !
    Muito bom o seu post, bem explicado, parabéns ! Aproveito para lhe dizer que o link do filme não está disponível :(. Queria tanto ver, é uma pena !!
    Salam!

    ResponderExcluir
  2. Olá irmão! A paz do SENHOR =]!
    Eu quero humildemente só exclarecer uns pontos, porque eu sou da religião e a conheço melhor do que aqueles que não a praticam, aí podem confundir algumas coisas.
    Irmão, você fez referência somente aos católicos, protestantes unicistas e testemunhas de Jeová, mas quero lembrar que a maior parte dos protestantes e evangélicos são UNITARISTAS onde JEOVÁ (Pai), JESUS (Filho), E O ESPÍRITO SANTO, são 3 pessoas distintas que compartilham dos mesmos atributos e divindade são um único DEUS !. Não é correto dizer que entender a doutrina da trindade é a coisa mais fácil do mundo, isso requer um estudo profundo e muita experiência com DEUS.
    Outro ponto é que os versículos utilizados do livro de Ezequiel pelo irmão devem ser interpretados em seu contexto. Como você disse Ezequiel foi um livro escrito antes da vinda de JESUS onde o povo novamente queria dar de esperto com DEUS e vieram com essa história de culpar os filhos pelos roubos, e atos incorreto dos pais, e isso não tem relação com o pecado de Adão e Eva. O que foi herdado de Adão e Eva não foi o ato errado de ter comido o fruto proibido e sim a consequência da desobediência e a tendência para o mal que até então eles (e ser humano algum) não tinham.
    continua no próximo comentário kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. No livro de Levítico diz: " 20-E fará a este novilho, como fez ao novilho da expiação; assim lhe fará, e o sacerdote por eles fará propiciação, e lhes será perdoado o pecado.
    21- Depois levará o novilho fora do arraial, e o queimará como queimou o primeiro novilho; é expiação do pecado da congregação. (Levítico 4:20 e 21).
    Foi DEUS quem determinou que fosse sacrificado um animal para expiação de pecados, costume ainda de muitas religião. Isso foi uma forma misericordiosa de DEUS de não deixar que as pessoas morressem em seu pecado e assim ficarem afastados de DEUS na morte física e eterna.
    JESUS é o CORDEIRO DE DEUS QUE TIRA O PECADO DO MUNDO. Hoje não é necessário matar animais para que o pecado seja expiado e perdoado, pois atraves do sangue de CRISTO já estamos reconciliados a DEUS, hoje basta somente o arrependimento.
    Irmão o que disse até agora não é rebatendo nada do que você falou eu somente expliquei algumas coisas, não tenho o objeitvo de criar nenhuma discussão e nem convencer você de nada viu, o amor de DEUS é para aqueles que aceitarem é escolha e isso cada um faz a sua.
    Para nós cristãos nós somente não cremos que a morte de JESUS foi uma simulação porque simular segundo o dicionário é :
    1. Fingir, fazer o simulacro de, fazer parecer real (o que não o é).
    2. Fazer crer; aparentar.
    3. Imitar.
    Pra nós é difícil acreditar que DEUS fingiu alguma coisa ainda mais ELE sendo oniciente e sabendo a dimensão que um fingimento desse teria. Eu acredito que assim como eu entendo que você não consiga entender a trindade eu também não consigo entender essa simulação. Mas nós dois esperamos a volta de JESUS né =] e tudo será esclarecido \O/. JESUS te ama !

    ResponderExcluir
  4. Salam Alaykum, caro irmão.

    A resposta do seu comentário deu origem ao artigo a seguir:
    http://anovacruzada.blogspot.com/2011/04/resposta-ao-leitor.html

    Obrigada por sua participação!
    Salam.

    ResponderExcluir
  5. Maryanna,
    Salam irmã!

    Encontrei outro link do filme : http://www.youtube.com/watch?v=M9JuBGTSL4o

    Vou assistir agora. Espero que seja o mesmo.
    Fiquem na paz de Deus!

    ResponderExcluir
  6. Salam Aleikum

    Para aqueles que quiserem se aprofundar ainda mais no assunto indicamos o seguinte link: http://unicidadeeluz1.wordpress.com/category/artigos/semana-santa/

    Ma Salam,

    Omar

    ResponderExcluir