terça-feira, 29 de novembro de 2011

Quem é o Nosso Senhor e Salvador?

Infelizmente muitos missionários evangélicos na atualidade como o da matéria anterior dizem que os muçulmanos vão para o inferno por não estudarmos a "palavra de Deus" e por não conhecermos e reconhecermos Jesus (A.S.) como Senhor e Salvador.
Porém será mesmo que não estudamos a palavra de Deus? Será mesmo que temos que reconhecer a Jesus (A.S.) como Senhor e Salvador quando ele próprio nunca disse isso? Ou será que falta nestes mesmos missionários o estudo de seu próprio livro sagrado (a Bíblia)?
Será mesmo que todo cristão está salvo? Será que o velho jargão "Uma vez salvo, sempre salvo" encontra respaldo na Bíblia?
Vejamos primeiramente o que encontramos nos anexos da Bíblia de Estudo do Evangelista que tivemos acesso há certo atrás e vejamos a resposta do A Nova Cruzada (em destaque na cor vermelha) às mesmas alegações:

O Cristão Está Salvo?

Eles alegam que sim baseados em:

"Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo." (Rm.10:13).

Porém, tal dito de Paulo de Tarso encontra oposição no próprio Jesus (A.S.) quando este supostamente diz:

"Nem todo aquele que me diz 'Senhor, Senhor entrará no Reino dos Céus, mas aquele que pratica a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizamos e em teu nome que expulsamos demônios e em teu nome que fizemos muitos milagres? Então eu lhes declararei: Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade." (Mt.7:21-23).

Logo depois tentam alegar o motivo desta salvação utilizando:

"Com efeito, também Cristo morreu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, a fim de vos conduzir a Deus." (1Pe.3:18).

Mas se nos aprofundarmos na própria Bíblia veremos que tal afirmativa carece de coerência quando lemos nela mesma o seguinte:

"A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniquidade do pai, nem o pai, a iniquidade do filho; a justiça do justo ficará sobre ele, e a perversidade do perverso  cairá sobre este.  Mas se o perverso se converter de todos os pecados que cometeu, e guardar todos os meus estatuto, e fizer o que é reto e justo, certamente, viverá; não será morto. De todas as transgressões que cometeu não haverá lembranças contra ele; pela justiça que praticou, viverá." (Ez.18:20-22).

Ora, notemos que a justiça do justo ficará sobre ele e a perversidade do perverso ficará sobre ele, e quem peca é que deve ser punido de acordo com o que os próprios cristãos creem ser a palavra de Deus. Logo como pode ser o que vemos em 1Pe.3:18 (o justo pagar pelos injustos)? Se Deus não é contraditório, e nós muçulmanos cremos que de fato não o é, algo então está errado entre ambas as passagens.
Mas então podem afirmar que Jesus (A.S.) é o único Senhor e Salvador (o que diga-se de passagem o próprio Jesus (A.S.) nunca disse) baseado na seguinte passagem escrita supostamente por Pedro que diz:

"Antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno." (2Pe.3:18).

YHWH - Nome de Deus
em hebraico

Agora,  em quem devemos confiar mais: nas palavras atribuídas a Pedro ou ao próprio Deus? Pois bem antes de Jesus (A.S.) o Deus Único e Eterno mesmo disse:

"Todavia, eu sou o Senhor, teu Deus desde a terra do Egito, portanto, não conhecerás outro deus além de mim, porque não há Salvador senão eu." (Os.13:4).

Logo, assim como diz o Deus Altíssimo na própria Bíblia cristã o único salvador é Ele e nenhum outro.
Quem estaria indo para o caminho que pode conduzir ao inferno? Nós muçulmanos que adoramos ao Criador de tudo e de todos, conhecido por Adonai ou Elohim por judeus, por Yahweh por católicos, Jeovah pelos protestantes tradicionais e Allah por nós muçulmanos e todos os judeus e cristãos de língua árabe, ou os tais cristãos que adoram e depositam a sua salvação em uma criatura de Allah  que é seu enviado, seu messias, profeta e etc; mas acima de tudo Seu servo? Quem estaria praticando idolatria?

"Ouve, Israel, o Senhor, teu Deus, é o único Senhor". (Dt.6:4)

"E Jesus respondeu-lhe: 'O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor."
(Mc.12:29)

"Deus dá testemunho de que não há mais divindade além d'Ele; os anjos e os sábios O confirmam Justiceiro; não há mais divindade além d'Ele, o Poderoso, o Prudentíssimo." (Sagrado Alcorão - 3:18).

E então? A quem você prefere adorar e depositar a confiança da sua salvação? Nós muçulmanos já fizemos nossa opção:

Allah: Deus em Árabe

Recomendamos que leia também: Quem é Allah?

terça-feira, 22 de novembro de 2011

A Verdade Sobre os Missionários Cristãos

Paulo de Tarso
"Procedi, com os judeus, como judeu, a fim de ganhar os judeus, para os que vivem sobre o regime da lei, como se eu mesmo assim vivesse, para ganhar os que vivem debaixo da lei. Aos sem lei, como se eu mesmo fosse, não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo, para ganhar os que vivem fora do regime da lei. Fiz-me de fraco para com os fracos, com o fim de ganhar os fracos. Fiz-me tudo para com todos, com o fim de, por todos os modos, salvar alguns. Tudo faço por causa do evangelho , com o fim de me tornar cooperador com ele." (1Cor. 9:20-23 - Bíblia - Almeida Revista e Atualizada - SBB - 2006).

"Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento, ou em verdade, nisto me regozijo e me regozijarei ainda." (Fp.1:18 - Bíblia - Almeida Revista e Corrigida - SBB - 2009).

Logo depois Paulo exorta: 

"Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim andam". (Fp.3:17 - Bíblia - Almeida Revista e Corrigida - SBB - 2009).

Caro leitor, leia os excertos acima. Todos de autoria de Paulo de Tarso, a quem os cristãos chamam de "Apóstolo de Jesus". Veja que no primeiro ele diz se fazer judeu para os judeus, seguidor da lei para os que seguem a lei, anarquista para os que vivem sem lei, fraco para os fracos  e etc. Ou seja, ele não é nem uma coisa e nem outra, apenas forja, mente, finge para conseguir ganhar a confiança dos demais, e depois como se esse fosse um meio louvável para tal, ele justifica: "Tudo faço por causa do evangelho, com o fim de me tornar cooperador com ele". Mas será mesmo que Paulo estava cooperando com o evangelho deixado por Jesus? Veja que ele diz FINGIR no segundo excerto. E que se Cristo é anunciado com fingimento ou com a verdade, ele se regozija, ou seja, se alegra com isso. Depois ele exorta para que os seus seguidores o imitem, ou seja, mintam, dissimulem para levar Jesus aos demais.
Infelizmente aqueles que se dizem missionários cristãos, [que sinceramente prefiro chamar de "missionários paulinistas", uma vez que não seguem o ensinamento deixado por Jesus (A.S.), mas por Paulo, pois ambos são antagônicos] têm seguido fielmente tais exortações, abandonando assim o que Jesus (A.S.) realmente ensinou.
Leiamos agora atentamente o que Jesus (A.S.) segundo a Bíblia disse nos evangelhos com o qual Paulo de Tarso diz cooperar usando de suas mentiras e subterfúgios:

"Vós tendes por pai ao diabo e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira. Mas porque vos digo a verdade, não me credes." (Jo.8:44-45 - Bíblia - Almeida Revista e Corrigida - SBB - 2009).

"... A luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más. Pois todo aquele que pratica o mal aborrece a luz e não se chega para a luz, a fim de não serem erguidas as suas obras. Quem pratica a verdade aproxima-se da luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque feitas em Deus". (Jo.3:19-21 - Bíblia - Almeida Revista e Atualizada - SBB - 2006).

Isto posto, assistamos o vídeo abaixo em que um "missionário paulinista" é entrevistado:


Pensemos agora:

  1. Se o próprio missionário, o suposto Pr. Nassib crê que está fazendo a vontade de Deus, por que não mostra o rosto, escondendo-o na penumbra e ocultando a sua identidade? A resposta encontra-se no seguinte dito já lido acima atribuído a Jesus (A.S.): Pois todo aquele que pratica o mal aborrece a luz e não se chega para a luz, a fim de não serem erguidas as suas obras.
  2. Se ele confia e tem fé plena em Deus, e que Deus protege e apóia o seu trabalho, porque se oculta utilizando a desculpa da segurança, quando lemos no Evangelho o seguinte: "Estes sinais hão de acompanhar aqueles que creem: em meu nome, expelirão demônios; falarão em línguas; pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados." (Mc.16:17-18 - Bíblia - Almeida Revista e Atualizada - SBB - 2006). Ora, se de acordo com a promessa atribuída a Jesus (A.S.) na Bíblia, Deus protegerá o crente dos perigos mais mortais como pegar em serpentes e ingerir substâncias venenosas, será que não protegerá esse mesmo crente de outros perigos mortíferos? Ou será que o próprio missionário aqui apresentado com o codinome Nassib não acredita no que prega? Se for isso, qual outro título poderíamos chamá-lo além de CHARLATÃO?
  3. Como seguir o que tal pessoa ensina quando ela própria não compreende e nem pratica o ensinamento deixado pelo próprio mestre que ela alega falsamente seguir? Neste caso Jesus (A.S.).
  4. Por que tais missionários não sobem até às "bocas de fumo" de favelas em suas próprias cidades para evangelizar traficantes, os quais esses sim talvez não tenham ouvido falar sobre Jesus (A.S.), e se ouviram, ainda não seguem seus ensinamentos? 
  5. Você acha confiável uma pessoa que precisa mentir e se esconder de todas as formas para pregar algo que ela mesma crê ser bom para ela própria e para os demais?
  6. Você de fato crê que a motivação por trás de tais missões em países árabes e entre muçulmanos (mesmo brasileiros) é apenas a de fazer com que os muçulmanos conheçam a Jesus (A.S.) que diga-se de passagem, é citado 25 vezes no Sagrado Alcorão da forma mais honrosa e mostrando seus verdadeiros ensinamentos?
  7. Não seria o item anterior apenas uma forma de aumentar a arrecadação para tais instituições e para tais indivíduos, além de terem passagens internacionais financiadas por um povo fiel porém incauto? 
  8. Veja agora como agem diversos missionários que vão para outros países. Tomemos como exemplo estes missionários que foram para a África:
Precisamos falar mais alguma coisa?...
Pense....