terça-feira, 29 de novembro de 2011

Quem é o Nosso Senhor e Salvador?

Infelizmente muitos missionários evangélicos na atualidade como o da matéria anterior dizem que os muçulmanos vão para o inferno por não estudarmos a "palavra de Deus" e por não conhecermos e reconhecermos Jesus (A.S.) como Senhor e Salvador.
Porém será mesmo que não estudamos a palavra de Deus? Será mesmo que temos que reconhecer a Jesus (A.S.) como Senhor e Salvador quando ele próprio nunca disse isso? Ou será que falta nestes mesmos missionários o estudo de seu próprio livro sagrado (a Bíblia)?
Será mesmo que todo cristão está salvo? Será que o velho jargão "Uma vez salvo, sempre salvo" encontra respaldo na Bíblia?
Vejamos primeiramente o que encontramos nos anexos da Bíblia de Estudo do Evangelista que tivemos acesso há certo atrás e vejamos a resposta do A Nova Cruzada (em destaque na cor vermelha) às mesmas alegações:

O Cristão Está Salvo?

Eles alegam que sim baseados em:

"Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo." (Rm.10:13).

Porém, tal dito de Paulo de Tarso encontra oposição no próprio Jesus (A.S.) quando este supostamente diz:

"Nem todo aquele que me diz 'Senhor, Senhor entrará no Reino dos Céus, mas aquele que pratica a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não foi em teu nome que profetizamos e em teu nome que expulsamos demônios e em teu nome que fizemos muitos milagres? Então eu lhes declararei: Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade." (Mt.7:21-23).

Logo depois tentam alegar o motivo desta salvação utilizando:

"Com efeito, também Cristo morreu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, a fim de vos conduzir a Deus." (1Pe.3:18).

Mas se nos aprofundarmos na própria Bíblia veremos que tal afirmativa carece de coerência quando lemos nela mesma o seguinte:

"A alma que pecar, essa morrerá; o filho não levará a iniquidade do pai, nem o pai, a iniquidade do filho; a justiça do justo ficará sobre ele, e a perversidade do perverso  cairá sobre este.  Mas se o perverso se converter de todos os pecados que cometeu, e guardar todos os meus estatuto, e fizer o que é reto e justo, certamente, viverá; não será morto. De todas as transgressões que cometeu não haverá lembranças contra ele; pela justiça que praticou, viverá." (Ez.18:20-22).

Ora, notemos que a justiça do justo ficará sobre ele e a perversidade do perverso ficará sobre ele, e quem peca é que deve ser punido de acordo com o que os próprios cristãos creem ser a palavra de Deus. Logo como pode ser o que vemos em 1Pe.3:18 (o justo pagar pelos injustos)? Se Deus não é contraditório, e nós muçulmanos cremos que de fato não o é, algo então está errado entre ambas as passagens.
Mas então podem afirmar que Jesus (A.S.) é o único Senhor e Salvador (o que diga-se de passagem o próprio Jesus (A.S.) nunca disse) baseado na seguinte passagem escrita supostamente por Pedro que diz:

"Antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno." (2Pe.3:18).

YHWH - Nome de Deus
em hebraico

Agora,  em quem devemos confiar mais: nas palavras atribuídas a Pedro ou ao próprio Deus? Pois bem antes de Jesus (A.S.) o Deus Único e Eterno mesmo disse:

"Todavia, eu sou o Senhor, teu Deus desde a terra do Egito, portanto, não conhecerás outro deus além de mim, porque não há Salvador senão eu." (Os.13:4).

Logo, assim como diz o Deus Altíssimo na própria Bíblia cristã o único salvador é Ele e nenhum outro.
Quem estaria indo para o caminho que pode conduzir ao inferno? Nós muçulmanos que adoramos ao Criador de tudo e de todos, conhecido por Adonai ou Elohim por judeus, por Yahweh por católicos, Jeovah pelos protestantes tradicionais e Allah por nós muçulmanos e todos os judeus e cristãos de língua árabe, ou os tais cristãos que adoram e depositam a sua salvação em uma criatura de Allah  que é seu enviado, seu messias, profeta e etc; mas acima de tudo Seu servo? Quem estaria praticando idolatria?

"Ouve, Israel, o Senhor, teu Deus, é o único Senhor". (Dt.6:4)

"E Jesus respondeu-lhe: 'O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor."
(Mc.12:29)

"Deus dá testemunho de que não há mais divindade além d'Ele; os anjos e os sábios O confirmam Justiceiro; não há mais divindade além d'Ele, o Poderoso, o Prudentíssimo." (Sagrado Alcorão - 3:18).

E então? A quem você prefere adorar e depositar a confiança da sua salvação? Nós muçulmanos já fizemos nossa opção:

Allah: Deus em Árabe

Recomendamos que leia também: Quem é Allah?

Um comentário: