terça-feira, 22 de novembro de 2011

A Verdade Sobre os Missionários Cristãos

Paulo de Tarso
"Procedi, com os judeus, como judeu, a fim de ganhar os judeus, para os que vivem sobre o regime da lei, como se eu mesmo assim vivesse, para ganhar os que vivem debaixo da lei. Aos sem lei, como se eu mesmo fosse, não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo, para ganhar os que vivem fora do regime da lei. Fiz-me de fraco para com os fracos, com o fim de ganhar os fracos. Fiz-me tudo para com todos, com o fim de, por todos os modos, salvar alguns. Tudo faço por causa do evangelho , com o fim de me tornar cooperador com ele." (1Cor. 9:20-23 - Bíblia - Almeida Revista e Atualizada - SBB - 2006).

"Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento, ou em verdade, nisto me regozijo e me regozijarei ainda." (Fp.1:18 - Bíblia - Almeida Revista e Corrigida - SBB - 2009).

Logo depois Paulo exorta: 

"Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim andam". (Fp.3:17 - Bíblia - Almeida Revista e Corrigida - SBB - 2009).

Caro leitor, leia os excertos acima. Todos de autoria de Paulo de Tarso, a quem os cristãos chamam de "Apóstolo de Jesus". Veja que no primeiro ele diz se fazer judeu para os judeus, seguidor da lei para os que seguem a lei, anarquista para os que vivem sem lei, fraco para os fracos  e etc. Ou seja, ele não é nem uma coisa e nem outra, apenas forja, mente, finge para conseguir ganhar a confiança dos demais, e depois como se esse fosse um meio louvável para tal, ele justifica: "Tudo faço por causa do evangelho, com o fim de me tornar cooperador com ele". Mas será mesmo que Paulo estava cooperando com o evangelho deixado por Jesus? Veja que ele diz FINGIR no segundo excerto. E que se Cristo é anunciado com fingimento ou com a verdade, ele se regozija, ou seja, se alegra com isso. Depois ele exorta para que os seus seguidores o imitem, ou seja, mintam, dissimulem para levar Jesus aos demais.
Infelizmente aqueles que se dizem missionários cristãos, [que sinceramente prefiro chamar de "missionários paulinistas", uma vez que não seguem o ensinamento deixado por Jesus (A.S.), mas por Paulo, pois ambos são antagônicos] têm seguido fielmente tais exortações, abandonando assim o que Jesus (A.S.) realmente ensinou.
Leiamos agora atentamente o que Jesus (A.S.) segundo a Bíblia disse nos evangelhos com o qual Paulo de Tarso diz cooperar usando de suas mentiras e subterfúgios:

"Vós tendes por pai ao diabo e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira. Mas porque vos digo a verdade, não me credes." (Jo.8:44-45 - Bíblia - Almeida Revista e Corrigida - SBB - 2009).

"... A luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más. Pois todo aquele que pratica o mal aborrece a luz e não se chega para a luz, a fim de não serem erguidas as suas obras. Quem pratica a verdade aproxima-se da luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque feitas em Deus". (Jo.3:19-21 - Bíblia - Almeida Revista e Atualizada - SBB - 2006).

Isto posto, assistamos o vídeo abaixo em que um "missionário paulinista" é entrevistado:


Pensemos agora:

  1. Se o próprio missionário, o suposto Pr. Nassib crê que está fazendo a vontade de Deus, por que não mostra o rosto, escondendo-o na penumbra e ocultando a sua identidade? A resposta encontra-se no seguinte dito já lido acima atribuído a Jesus (A.S.): Pois todo aquele que pratica o mal aborrece a luz e não se chega para a luz, a fim de não serem erguidas as suas obras.
  2. Se ele confia e tem fé plena em Deus, e que Deus protege e apóia o seu trabalho, porque se oculta utilizando a desculpa da segurança, quando lemos no Evangelho o seguinte: "Estes sinais hão de acompanhar aqueles que creem: em meu nome, expelirão demônios; falarão em línguas; pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados." (Mc.16:17-18 - Bíblia - Almeida Revista e Atualizada - SBB - 2006). Ora, se de acordo com a promessa atribuída a Jesus (A.S.) na Bíblia, Deus protegerá o crente dos perigos mais mortais como pegar em serpentes e ingerir substâncias venenosas, será que não protegerá esse mesmo crente de outros perigos mortíferos? Ou será que o próprio missionário aqui apresentado com o codinome Nassib não acredita no que prega? Se for isso, qual outro título poderíamos chamá-lo além de CHARLATÃO?
  3. Como seguir o que tal pessoa ensina quando ela própria não compreende e nem pratica o ensinamento deixado pelo próprio mestre que ela alega falsamente seguir? Neste caso Jesus (A.S.).
  4. Por que tais missionários não sobem até às "bocas de fumo" de favelas em suas próprias cidades para evangelizar traficantes, os quais esses sim talvez não tenham ouvido falar sobre Jesus (A.S.), e se ouviram, ainda não seguem seus ensinamentos? 
  5. Você acha confiável uma pessoa que precisa mentir e se esconder de todas as formas para pregar algo que ela mesma crê ser bom para ela própria e para os demais?
  6. Você de fato crê que a motivação por trás de tais missões em países árabes e entre muçulmanos (mesmo brasileiros) é apenas a de fazer com que os muçulmanos conheçam a Jesus (A.S.) que diga-se de passagem, é citado 25 vezes no Sagrado Alcorão da forma mais honrosa e mostrando seus verdadeiros ensinamentos?
  7. Não seria o item anterior apenas uma forma de aumentar a arrecadação para tais instituições e para tais indivíduos, além de terem passagens internacionais financiadas por um povo fiel porém incauto? 
  8. Veja agora como agem diversos missionários que vão para outros países. Tomemos como exemplo estes missionários que foram para a África:
Precisamos falar mais alguma coisa?...
Pense....

10 comentários:

  1. Justo artigo. Paulo de Tarso que se auto-intitulou apóstolo sem nunca ter cruzado sequer uma vez em vida com Jesus, foi o grande (ir)responsável que desvirtuou a doutrina islâmica revelada pelo profeta Jesus, deturpando-a no que chamou de cristianismo que, como bem resumiu o artigo, não passa de paulinismo, uma doutrina irresponsável e corrupta que deturpou todos os ensinamentos de Jesus em prol da adesão de novos membros

    ResponderExcluir
  2. Salam, por gentileza, gostaria muito de sua opinião sobre a pergunta a seguir: "Será um dia possível o entendimento entre as religiões do Planeta Terra? Qual sua opinião a respeito?"

    Agradeço sua atenção.

    ResponderExcluir
  3. Salam alaykum!


    Estou estupefata com tudo isso, Omar!


    Por causa de gentinha como esse pastor, os bons missionários sentem as piores conseqüências!

    ResponderExcluir
  4. Salam Aleikum Kiara,

    Quais são os bons missionários?

    Até existem bons pastores, mas bons missionários?

    Os missionários invadem países que tem religiosidade enraizada para dizer que estes povos tem que abandonar sua religião porque não é a deles e somente a deles que é correta.
    Eles tentam se impor e impor a idéia de que ou você se torna um deles ou "obrigatoriamente" você vai para o inferno, pois eles são os detentores da verdade e os únicos dignos da misericórdia de Deus...
    Enquanto isso, não reparam que em seu próprio país há pessoas, sem convicção religiosa, que necessitam conhecer a palavra de Deus e precisam de orientação. Mas preferem ignorá-las e irem nas casas de pessoas que já seguem a palavra de Deus para tentar fazer com que se convertam à religião deles.
    Ora, se estivessem mesmo preocupados com as pessoas, buscariam as que ainda estão perdidas no politeísmo ou desorientadas, sem religião...
    Missionários não estão preocupados em espalhar a palavra de Deus e sim em impor a verdade deles como única e absoluta!...
    Vão aos países, pregando que Jesus é a salvação, quando o próprio Jesus pregou que Deus é a única salvação. Deturpam os ensinamentos do Profeta e insistem que todos tem que seguir seus passos tortos, fazem "chantagem" com ajudas (cestas básicas, por exemplo) em lugares carentes... Se você troca o Deus de quem Jesus falava pelo próprio Jesus eu te dou o que comer, caso contrário, passe fome seguindo o Deus que Jesus te ensinou a seguir!
    Onde está a coerência das "missões"?
    NÃO HÁ!

    Há missionários bons?

    ResponderExcluir
  5. RESPOSTA À DENISE

    Salam Aleikum Denise

    Creio que a melhor resposta a sua pergunta: (Será um dia possível o entendimento entre as religiões do Planeta Terra?) seja a que coloquei em meu livro: "A Chave dos Dogmas", que em breve será publicado. Nele digo: "Todos nós, muçulmanos, judeus e cristãos podemos fazer a diferença no mundo de hoje, tão atribulado pela falta de valores éticos e morais. Basta que nos preocupemos mais em PRATICAR os ensinamentos deixados por Allah e pelos profetas nos quais acreditamos, que VOCIFERARMOS aqui e acolá sobre como o outro deve viver pautado nestes princípios". Desta forma sim creio que sim, possa haver um entendimento. De outra maneira será impossível.

    Ma Salam,

    Omar

    ResponderExcluir
  6. "Os missionários invadem países que tem religiosidade enraizada para dizer que estes povos tem que abandonar sua religião porque não é a deles e somente a deles que é correta.
    Eles tentam se impor e impor a idéia de que ou você se torna um deles ou "obrigatoriamente" você vai para o inferno, pois eles são os detentores da verdade e os únicos dignos da misericórdia de Deus...
    Enquanto isso, não reparam que em seu próprio país há pessoas, sem convicção religiosa, que necessitam conhecer a palavra de Deus e precisam de orientação. Mas preferem ignorá-las e irem nas casas de pessoas que já seguem a palavra de Deus para tentar fazer com que se convertam à religião deles.
    Ora, se estivessem mesmo preocupados com as pessoas, buscariam as que ainda estão perdidas no politeísmo ou desorientadas, sem religião...
    Missionários não estão preocupados em espalhar a palavra de Deus e sim em impor a verdade deles como única e absoluta!..."
    "missionários" do islam, não fazem a mesma coisa?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Manja
      Salam Aleikum (Que a paz esteja contigo)
      Respondendo a sua pergunta:
      1º Não temos missionários muçulmanos.
      2º Não somos proselitistas, e ainda assim com toda a propaganda negativa que tais cristãos e a mídia tentam fazer, já somos a maior religião do mundo e a que mais cresce.
      3º Não nos passamos por cristãos para enganá-los e ludibriá-los para atraí-los para o Islam. Se alguém nos pergunta sobre o Islam dizemos que somos muçulmanos desde o princípio. Aí também está uma diferença do meio missionário que você diz. Os missionários abordam pregando com palavras, mas suas ações contradizem a sua fala. Nós muçulmanos por não sermos proselitistas não abordamos, no entanto a nossa "pregação" se você quiser chamar assim é por meio de nossos atos, o que leva as pessoas a nos abordarem para nos perguntar o que seguimos. Aí sim quando elas nos abordam e elas perguntam, aí falamos de Islam. Posso aqui utilizar até o exemplo do santo cristão (como creem os católicos) São Francisco de Assis que dizia: "As palavras movem o mundo, mas o exemplo arrebata multidões." Nossa ação é bem por aí.
      4º Não precisamos utilizar de subterfúgios espúrios para trazer ninguém para o Islam. Nem precisamos impor a nossa fé, pois o próprio Deus disse no Sagrado Alcorão: "Não há imposição quanto a religião, porque já se destacou a verdade do erro." (Sagrado Alcorão - 2:256)
      5º Não precisamos enviar ninguém para fora do nosso país para divulgar o Islam, em minha mesquita por exemplo 85% dos irmãos frequentadores são brasileiros sem nenhuma descendência árabe. Na França por exemplo, a maior colônia muçulmana na Europa, a sua maioria é de franceses natos.
      Precisamos cuidar cada um de seu próprio país, e não ir para outro para tentar implantar pela imposição ou assistencialismo barato a nossa crença e a nossa cultura.

      Excluir
  7. eu tinha certeza que não ia publicar meus comentários, e depois quer dizer que é imparcial. ta bom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara Manja
      Salam Aleikum (Que a paz esteja contigo)
      Como você mesmo pode ver, não podemos ter a certeza de nada nesse mundo a não ser da existência de nosso Criador e de que uma hora provaremos da morte. De resto nada é certo.
      Sim, somos imparciais, o que não quer dizer que aprovaremos todos os comentários, pois já deixamos claro várias vezes aqui neste blog que quando o comentário tiver palavras de baixo calão e etc. Por consideração a nossos leitores, ele não será aprovado.
      Não era o seu caso, motivo pelo qual estão ambos aqui.
      No entanto a demora na aprovação destes, se deve ao fato de que eu exerço atividades profissionais durante a semana e não conto (e nem quero) com fiéis depositando gordas quantias em minha conta bancária para me sustentar ou pagar minhas viagens. Por isso tenho que trabalhar, até mesmo porque como diz o velho ditado: "O trabalho enobrece ao homem".
      Este é o motivo de nem sempre eu poder moderar o comentário assim que ele é enviado.
      Pronto, seus dois comentários estão APROVADOS!

      Excluir
  8. A verdade virá a tona ,disse Jesus ,não existirá mentira que não seja descoberta Allah Akbar

    ResponderExcluir