terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Jesus (A.S.) é Emanuel (Deus conosco)?


Mateus Evangelista
"Tudo isso aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor pelo profeta que diz: Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel (Emuanuel traduzido é: Deus conosco)." (Mt.1:22-23)

Caro leitor, diante do vídeo e do excerto acima se torna óbvio o fato de que o Profeta Jesus (A.S.) é de fato Emanuel (Deus conosco). Correto?
Agora analisemos meticulosamente a passagem de Mt. 1:22. Nela o Evangelista Mateus atesta que "o Senhor disse pelo Profeta". Mas que profeta seria esse? Bem, trata-se do Profeta Isaías (A.S.). Portanto vejamos o que de fato Deus disse por meio dele (A.S.) de acordo com diversas versões da Bíblia:: 

"Portando, o mesmo Senhor vos dará um sinal: eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome Emanuel." (Is.7:14) - Bíblia Sagrada - Almeida Revista e Corrigida (ARC) - Sociedade Bíblica do Brasil - SBB - 2009

"Portanto, o Senhor mesmo vos dará um sinal: eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho e lhe chamará Emanuel." (Is.7:14) - Bíblia Sagrada - Almeida Revista e Atualizada  (ARA) - Sociedade Bíblica do Brasil - SBB - 2006

"Pois o Senhor mesmo lhes dará um sinal: a jovem que está grávida dará à luz um filho e porá nele o nome de Emanuel." (Is.7:14) - Bíblia Sagrada - Nova Tradução na Linguagem de Hoje (NTLH) - Sociedade Bíblica do Brasil - SBB - 2009

Profeta Isaías
Agora vejamos a mesma passagem na Bíblia de Jerusalém, conhecida como uma das melhores traduções e uma das melhores Bíblias de Estudo no Brasil atualmente:

"Pois sabeis que o Senhor mesmo vos dará um sinal: Eis que a jovem está grávida e dará luz um filho e dar-lhe-á o nome de Emanuel." (Is.7:14) - Bíblia de Jerusalém - Editora Paulus - 2002

Vejamos agora o mesma passagem de acordo com a Bíblia Hebraica, conhecida pela exatidão da tradução dos termos por ter sido traduzida diretamente do hebraico para o português:

"Eis pois que o Eterno, Ele mesmo, vos dará um sinal: eis que a moça grávida dará à luz um filho e o chamará Imanuel ('Deus está conosco')." (Is.7:14) - Bíblia Hebraica - Editora Sêfer - 2006

Atentemos agora para o que diz agora a nota de roda-pé da Bíblia de Jerusalém sobre o termo destacado em vermelho:

"A tradução grega traz 'a virgem', precisando assim o termo hebraico 'almah' que designa, quer a donzela, quer uma jovem casada recentemente (ou seja, não mais virgem) sem explicar mais". (Bíblia de Jerusalém - Editora Paulus - Pág. 1265. Edição de 2002).

Leiamos agora o que diz o site Judeus.org sobre esse versículo:

"Tradução grosseira da palavra almá (almah), a palavra 'almah' significa uma 'jovem mulher' e não uma virgem. Fato reconhecido por estudiosos sérios da Bíblia. A palavra hebraica para virgem é 'bâtul', e virgindade 'batulim'." E o exegeta judeu continua: "o versículo no (idioma) original em hebraico diz 'ha'almah', ou seja 'a jovem mulher' , ou 'a moça' como preferem alguns exegetas. 
O texto diz 'a jovem mulher' ou 'a moça', e não diz 'uma jovem mulher'. Este 'a' especifica que havia uma mulher em particular que era conhecida por Isaías como mostra o contexto do versículo: ...eis que a moça grávida dará à luz um filho, bem diferente de,  eis que uma moça grávida dará à luz um filho."

Antes de mais nada podemos ver que houve uma manipulação no termo em grego para forçar que a profecia pareça com o que se quer provar em Mt.1:22-23. Mas ainda assim analisemos se esta profecia se refere a Jesus (A.S.), o Messias?

"Eis que a jovem está grávida...

Ora! Percebemos pela informação acima de acordo com as melhores traduções (Bíblia de Hebraica e Bíblia de Jerusalém) que o Profeta Isaías (A.S.) fala no presente. E é sabido que ele viveu no período compreendido entre 765 a.C. a 681 a.C. logo, vários e vários século antes de Maria (A.S.) e por consequência do próprio Profeta Jesus (A.S.). Ou seja, em seu tempo a mulher que daria à luz a Emanuel já estava grávida.

"E (ela) o chamará Emanuel"


Bem, vemos aqui quem chamará será a mãe de Emanuel e nãos os demais.

Porém leiamos agora a seguinte passagem:


Lucas Evangelista
"E eis que em teu ventre conceberás, e dará à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus." (Lc.1:31) Bíblia Sagrada - Almeida Revista e Corrigida (ARC) - Sociedade Bíblica do Brasil - SBB - 2009

"Pôr-lhe-ás o nome de Jesus"

De acordo com a profecia do Antigo Testamento a mãe deveria apor à criança o nome de Emanuel. Porém de acordo com a ordem de Deus por meio do Anjo Gabriel a ordem foi dar o nome de Jesus. Para que a profecia se cumprisse, o Messias então não deveria se chamar Emanuel e não Jesus de acordo com o livro de Isaías?

Contexto Histórico

Se lermos todo o capítulo 7 do livro de Isaías, veremos que esta profecia não se aplica de forma alguma ao Profeta Jesus (A.S.). Por que?
Antes de mais nada porque Is.7:14 fala sobre a profecia feita para o rei judeu Acaz para amenizar o seu temor da invasão de dois reis (de Damasco e da Síria) que se preparavam para invadir Jerusalém cerca de 600 anos antes de Jesus (A.S.). O ponto de vista de Isaías era que este evento aconteceria num futuro breve (e não 600 anos, como quer o Cristianismo).
Se nos aprofundarmos ainda mais poderemos ler em:

"Na verdade, antes que este menino (Emanuel) saiba rejeitar o mal e escolher o bem, a terra de que te enfadas será desamparada dos seus dois reis." (Is.7:16) Bíblia Sagrada - Almeida Revista e Corrigida (ARC) - Sociedade Bíblica do Brasil - SBB - 2009

Por fim, para que não reste mais dúvidas, leiamos a confirmação do versículo anterior em:

"Porque, antes que o menino saiba dizer meu pai ou minha mãe, se levarão as  riquezas de Damasco e os despojos de Samaria, diante do rei da Assíria." (Is.8:14) Bíblia Sagrada - Almeida Revista e Corrigida (ARC) - Sociedade Bíblica do Brasil - SBB - 2009

Logo este versículo põe por terra qualquer conexão com o Profeta Jesus (A.S.) que teria nascido 600 anos depois.

No entanto nós muçulmanos cremos que o Profeta Jesus (A.S.) seja o Messias, pois o Sagrado Alcorão respalda isto, porém na Bíblia, todas as vezes que vemos alguma profecia utilizando como base o Antigo Testamento para dar sustentação à messianidade de Jesus (A.S.) vemos claramente que ela foi distorcida como ocorre com esta.
Porém leiamos o que Allah diz no Sagrado Alcorão:

"Lembra-lhes de quando os anjos disseram: 'Ó Maria! Por certo Allah te alvissara um Verbo, vindo dEle, seu nome é O Messias, Jesus, Filho de Maria, sendo honorável nesta vida terrena e na Derradeira Vida, e dos achegados a Allah. E falará aos homens, no berço, e na maturidade, e será dos íntegros.'" (Sagrado Alcorão 3:45-46).

Por fim vemos que a alegação de que os muçulmanos renegam a Jesus (A.S.) como o Messias e Profeta de Deus não passa de uma farsa, mas não podemos dizer o mesmo no que se trata da Bíblia, pois o Antigo Testamento que temos em mão jamais deu eco a condição messiânica do Respeitável filho de Maria.
Como então depois disto ficam hinos como os que vemos abaixo? Pense...

Nenhum comentário:

Postar um comentário