quinta-feira, 29 de março de 2012

Leão de Judá Não Cola

Depois do Guaraná Jesus, que foi comprado pela Coca-Cola, agora chegou a vez de mais uma marca gospel de refrigerantes invadir o mercado: Leão de Judá Cola.
O dono da marca Moisés Magalhães diz ter recebido auxílio de seu Assessor de Marketing, o Espírito Santo.
Moisés Magalhães afirma ainda que o Espírito Santo revelou a ele que a Coca-Cola é um refrigerante do Diabo, e que por isso deve ser combatido. Fala ainda em cocaína, acusando seu concorrente numa propaganda que no mínimo fere a ética profissional, ainda mais quando se trata de alguém que deseja fazer um apelo religioso, afinal crê-se ainda que moral e ética deve andar lado a lado com a religião.
No comercial que aparece em um vídeo no youtube, o qual já teve mais de 100.000 acessos, Moisés diz que o Espírito Santo mostrou a ele que o rótulo da Coca-Cola ao avesso está escrito "Alô Diabo". Ora! Foi o Espírito Santo que o mostrou ou os boatos doentios que vem se espalhando pela internet no meio pentecostal? Acredite leitor, eu e minha esposa já tentamos ler o que dizem, e no máximo estaria escrito: "Alô Diavo". Seria esse um diabo português? Uma vez que é comum no sotaque de Portugal se trocar o "B" pelo "V"? Pois para se ler algo semelhante a um "B" a letra deveria ser fechada e com uma haste bem maior.
De acordo com Moisés Magalhães o Espírito Santo, que parece não perder em nada para os Mega Empresários disse a ele: "Vai e lança o Leão de Judá Cola e substitua a Coca-Cola no Brasil e no Mundo."
O comercial institucional que mais parece uma pregação evangélica não acaba suas bizarrices por aí. Obviamente Moisés afirma que enquanto a Leão de Judá foi criada pelo Espírito Santo, a Coca-Cola foi criada pelo Diabo. Além disso uma imagem nos espanta, não apenas por não caber no contexto do comercial, como também por parecer fazer apologia à violência. Bem, pelo menos se o Sr. Moisés Magalhães fosse um muçulmano e aparecesse nessa imagem seria prova mais que cabal que ele é um terrorista, incentivando os que assistem o vídeo a tal, mas como o mesmo é evangélico... isso não se aplica. Estranhos parâmetros o da sociedade.
Fica aqui apenas uma dúvida: Após as mega igrejas com rentabilidade melhor que muitas multinacionais, qual será agora o interesse do Espírito Santo na expansão de "sua" empresa no ramo de refrigerantes? Derrotar o Diabo também no campo corporativo do marketing? No mínimo patético não?
Assista logo abaixo o vídeo do comercial:

segunda-feira, 19 de março de 2012

A Verdadeira "Guerra Santa" Midiática


De um lado do ring A Igreja Universal do Reino de Deus e seu líder Edir Macedo, do outro a Igreja Mundial do Poder de Deus e seu líder o Pseudo-Apóstolo Valdemiro Santiago. O prêmio, envolve milhões de reais em dízimos e ofertas. Quem vencerá?
Há alguns dias atrás Edir Macedo gravou um vídeo como pode ser visto abaixo em um bate-papo amistoso com um ou vários supostos demônios que afirmavam agir na Igreja Mundial do Poder de Deus. 


A difamação da Igreja Mundial pela Igreja Universal estava feita. Porém do outro lado Valdemiro não deixava por menos e contra atacava utilizando o mesmo nível de seu oponente como pode-se ver no vídeo abaixo:


Estava formada então a baixaria entre ambas as instituições e os dois "homens de Deus". As vítimas desse combate? O povo humilde e incauto. Pessoas que muitas vezes mal têm o que comer em seus lares, mas que depositam fielmente suas ofertas e dízimos sempre que vão às igrejas, seja em busca de agradar a Deus ou de permutar com Ele por prosperidade, cura e etc.
Como uma tentativa de afundar ainda mais a reputação de Valdemiro Santiago e da Igreja Mundial, a TV Record, de propriedade de Edir Macedo, líder máximo da Igreja Universal desenvolve uma matéria investigativa sobre o então "Apóstolo". Nela diversas fraudes e crimes são denunciadas como pode-se ver:

Tais denúncias são exatamente as mesmas que que foram feitas há anos atrás pela Rede Globo contra a Igreja Universal, e a defesa de Edir Macedo assumiu mais ou menos a mesma linha de seu concorrente. Veja:


Agora ficam aqui as perguntas: Se ambos são líderes cristãos, não deveriam dar o exemplo sendo no mínimo cordiais um para com o outro, espelhando as virtudes que Jesus preconizou como: humildade, perdão e respeito ao próximo? Se o interesse máximo de ambos é pregar o Evangelho que Jesus ensinou, não deveriam falar mais da Bíblia e menos de doutrinas próprias e de ataques mútuos e pessoais?
Vemos que lamentavelmente a preocupação não é pregar a Palavra de Deus, e sim exterminar a concorrência.

segunda-feira, 5 de março de 2012

A Bíblia Ensina: Como Agir em Família? Para Com os Irmãos


1º EXEMPLO - Abraão afirma que Sara é sua irmã por parte de pai.
"E disse Abraão: Porque eu dizia comigo: Certamente não há temor de Deus neste lugar, e eles me matarão por amor de minha mulher. E, na verdade, é ela também minha irmã, filha de meu pai, mas não filha da minha mãe; e veio a ser minha mulher." (Gn.20:11-12)

2º EXEMPLO - Caim mata seu irmão Abel.
"E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel e o matou." (Gn.4:8)

Porém é bom deixar claro que dentre as inúmeras alterações da Bíblia estão tais aberrações que não foi revelado originalmente aos profetas
Sabemos que Deus escolhia seus profetas dentre os homens de ilibada conduta, porém como pode ser isso de acordo com a Bíblia se todos os aqui citados são assassinos, incestuosos, estupradores... mesmo após terem recebido a missão de profetas?
Sobre isso o Sagrado Alcorão diz:

“Quando estes cometem uma obscenidade, dizem: Cometemo-la porque encontramos nossos pais fazendo isto; e foi Deus Quem no-la ordenou. Dize: Deus jamais ordena a obscenidade. Ousais dizer de Deus o que ignorais?” Sagrado Alcorão 7:28).

quinta-feira, 1 de março de 2012

Nota de Repúdio - Fora Assad!


Nós do A Nova Cruzada desejamos através deste post manifestar o nosso profundo repúdio aos atos bárbaros cometidos pelo sanguinário ditador Bashar Al Assad.
Rogamos a Allah que o derrube de seu governo déspota, devolvendo ao povo sírio a sua dignidade, e que conceda o Paraíso aos mártires que foram assassinados por sua ordem. Dentre eles civis inocentes, mulheres, idosos e crianças.