domingo, 6 de maio de 2012

Os Profetas Sabiam Tudo?

É fato conhecido por todos nós muçulmanos, e mesmo não muçulmanos o quanto alguns supostos cristãos tem atacado não apenas o Islam, mas qualquer religião que não faça parte de suas próprias instituições, sejam elas evangélicas ou não.
Recentemente ouvimos alguém nos dizer que o Profeta Muhammad (S.A.S.) não tinha certeza sobre sua própria fé e nem sobre a sua revelação, tanto que escreveu no Sagrado Alcorão:

"Dize-lhes (mais): Não sou um inovador entre os mensageiros, nem sei o que será de mim ou de vós. (...) - Sagrado Alcorão 46:9

No entanto esta mesma pessoa esqueceu de citar primeiramente toda a ayah que diz: 

"Dize-lhes (mais): Não sou um inovador entre os mensageiros, nem sei o que será de mim ou de vós. Não sigo mais do que aquilo que me tem sido revelado, e não sou mais do que um elucidativo admoestador." - Sagrado Alcorão 46:9

A Ayah de número 9 da Sura Al Ahcaf, de número 46, na parte destacada em vermelho diz que o Profeta Muhammad (S.A.S.) não segue nada além do que Allah o revelava. Logo só tinha conhecimento do futuro quando Ele, Allah o permitia. Um exemplo claro sobre tal fato se encontra na Sirah [biografia do Profeta (S.A.S.)] quando algumas pessoas vieram questioná-lo sobre: a alma, os companheiros da caverna e Zul Qarnaim. Então o Mensageiro de Deus (S.A.S.) disse: "Responder-vos-ei amanhã" sem acrescentar "Insha'Allah" (Se Deus quiser). No entanto devido a esse esquecimento, Allah atrasou as respostas por um período de quinze dias e então revelou as seguintes Ayat do Sagrado Alcorão:

"Jamais digas: Deixai, que farei isto amanhã, a menos que adicioneis: Se Allah quiser! Recorda o teu Senhor quando esqueceres, e dize: É possível que meu Senhor me encaminhe para o que está  mais próximo da verdade." Sagrado Alcorão 18:23-24

Logo mediante as explicações acima podemos deduzir que: O desconhecimento sobre o futuro, não é uma dúvida quanto a sua fé nem quanto a revelação, mas uma afirmativa de que a onisciência dos fatos futuros inclusive está apenas sob o domínio do Criador do tempo. Allah.
Quanto a escrita do Sagrado Alcorão já citamos em diversos artigos que seu autor não foi o Profeta Muhammad (S.A.S.), mas o próprio Allah que o ditou a seu Profeta (S.A.S.) por intermédio do anjo Gabriel.
No entanto o desconhecimento do futuro não é uma particularidade do Profeta Muhammad (S.A.S.), mas de todos os seres humanos, inclusive de outros profetas, como foi o caso do Messias Jesus (A.S.), Filho de Maria, como podemos ler no texto bíblico:

"Porém daquele Dia e hora ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho (ou seja, Jesus), mas unicamente meu Pai." (Mt. 24:36).


Logo concluímos em primeiro lugar que aos acusadores do Islam falta conhecimento tanto do Islam quanto de sua própria Bíblia, assim como o estudo de interpretação de texto. Em segundo, que apenas Allah é o detentor do tempo e do conhecimento do porvir.


Nenhum comentário:

Postar um comentário