quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Bíblia Sim, Constituição Não?! Tem Certeza?!


Há alguns anos surgiu no Rio de Janeiro um movimento neopentecostal chamado "Geração Jesus Cristo", fundado pelo semianalfabeto e pseudo "Pastor" Tupirani. Sim, o mesmo que foi preso por ter cometido o CRIME  de intolerância religiosa após depredar um centro de Umbanda, e depois de sua prisão desacatou delegados, muçulmanos, umbandistas, homossexuais, e etc... Seu grupo, formado por pessoas que não sabemos se chamamos de seguidores, fiéis, comparsas ou cúmplices, agem principalmente através de redes sociais como Facebook e Twitter, enviando mensagens desrespeitosas para membros de outras religiões. Suas últimas vítimas foram os muçulmanos.
Tal movimento é responsável por uma campanha intitulada "Bíblia Sim, Constituição Não!". A proposta desta campanha, é a desobediência total às leis do país, para tornar a Bíblia a sua constituição, talvez como uma forma de preparo para a volta de Jesus, que segundo o tal "pastor" visionário, retornará no século XXI. E isso para nós é espantoso, visto que Tupirani se coloca em pé de igualdade com o Deus Criador do universo, pois é justamente em seu livro sagrado que lemos:

"Daquele dia e hora, ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o Filho, mas só o Pai". (Mt.24:36); "Quanto à data e à hora, ninguém sabe, nem os anjos no céu, nem o Filho, somente o Pai". (Mc.13:32) 

Se nem Jesus (A.S.), nem os anjos sabem, seria o Tupirani a saber?

A Bíblia Como Constituição

Vejamos agora como seria se a Bíblia passasse a ser a Constituição do Brasil:
De acordo com a Constituição Bíblica Brasileira - CBB o Estatuto da Infância e da Adolescência teria em seus artigos as seguintes passagens:

"Quando alguém tiver um filho contumaz e rebelde, que não obedecer à voz de seu pai e à voz de sua mãe, e, castigando-o eles, lhes não der ouvidos,

Então seu pai e sua mãe pegarão nele, e o levarão aos anciãos da sua cidade, e à porta do seu lugar;
E dirão aos anciãos da cidade: Este nosso filho é rebelde e contumaz, não dá ouvidos à nossa voz; é um comilão e um beberrão.
Então todos os homens da sua cidade o apedrejarão, até que morra; e tirarás o mal do meio de ti, e todo o Israel ouvirá e temerá." -  Deuteronômio 21:18-21


"Feliz aquele que pegar os seus filhos e os despedaçar contra a rocha!" - Salmos 137:9

"Não evite disciplinar a criança; se você a castigar com a vara, ela não morrerá.
Castigue-a, você mesmo, com a vara, e assim a livrará da sepultura." - Provérbios 23:13-14

A Bíblia apóia o porte de armas
Agora vejamos se a hipotética Constituição Bíblica Brasileira - CBB apóia o porte de armas:

"Mas agora, se vocês têm bolsa, levem-na, e também o saco de viagem; e se não têm espada, vendam a sua capa e comprem uma." 
Lucas 22:36

"Os discípulos disseram: "Vê, Senhor, aqui estão duas espadas". "É o suficiente! ", respondeu ele." - Lucas 22:38

Estes são apenas alguns dos poucos exemplos que pusemos aqui apenas para ilustrar, porém poderíamos tecer uma longa lista de leis às quais muitos cristãos são contra, mas que se a Bíblia viesse a se tornar hoje a Constituição do país, deveriam ser aplicadas. Ou querem seguir apenas o que lhes convém? Se creem que ela na íntegra é a Palavra de Deus, não deveria também ser vivida do mesmo modo em todos os setores da vida?
Ocorre porém que nos dias atuais a Bíblia tem servido apenas como uma peça decorativa sob os braços daqueles que dizem segui-la. Porém como seguir um livro que não se lê? E se é lido, não é estudado. Qual a sua utilidade então? Criar tribunais de uma nova inquisição promovidos pela ignorância?
Por isso concordamos abertamente com a passagem do livro de Oséias: 

"O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento. Porquanto rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos." - Oséias 4:6

Vimos com tudo isso que Tupirani tem por jogo de marketing pessoal para se autopromover, se fazer de vítima e de mártir, o que diga-se de passagem está bem longe de o ser. No máximo deve sofrer as consequências de seus próprios atos levianos, e voltar para o lugar de onde nunca deveria ter saído...

"Pastor" Tupirani na cadeia

Nenhum comentário:

Postar um comentário